Últimas Notícias
Geral
Réveillon na zona oeste do Rio terá dez pontos de queima de fogos

Por Agência Brasil

Réveillon na zona oeste do Rio terá dez pontos de queima de fogos

Crédito: Divulgação/Internet

Réveillon na zona oeste do Rio terá dez pontos de queima de fogos

As festas de réveillon na Barra da Tijuca e no Recreio dos Bandeirantes, bairros da zona oeste do Rio de Janeiro, terão dez pontos de queima de fogos em hotéis, shoppings e condomínios. As comemorações nos hotéis da Barra da Tijuca viraram tradição, após o bairro entrar no roteiro de comemorações da virada há uma década, incluindo fogos de artifício disparados das coberturas.

Dados do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Município do Rio de Janeiro (HotéisRIO) revelam que a Barra já alcançou 86,25% de confirmação de hospedagens na rede hoteleira. O presidente do HotéisRIO, Alfredo Lopes, está otimista. “Vamos chegar a 100% na maioria dos hotéis da região, os números apontam para isso”, disse.

As cores dos fogos de artifício que vão compor o espetáculo significam esperança e gratidão, disse o responsável pelos fogos da Barra e do Recreio, André Lanza. Ele ressaltou que “é o momento de comemorarmos a esperança de dias melhores e agradecermos por estarmos bem para brindar à vida. A cor vermelha representa o amor que temos pelas pessoas; com prata e branco faremos alusão à paz que queremos ter entre nós. Já o dourado e o amarelo significam a prosperidade necessária para uma boa qualidade de vida.”

Os dez pontos serão sincronizados com os mesmos efeitos e cores," visando simbolizar a unidade que as pessoas devem buscar cada dia mais entre si, em prol de um mundo melhor". O disparo dos fogos vão ocorrer em dez locais: Ramada Hotel Recreio Shopping, Windsor Marapendi, Wyndham Rio Barra, Quebra Mar da Barra, Village Mall, Hilton Barra Rio de Janeiro, Courtyard by Marriot Rio de Janeiro Barra da Tijuca, Ilha Pura, Barra World Shopping & Park e Ramada Encore by Wyndham Rio de Janeiro.

Segurança

Para garantir a segurança da população durante a queima de fogos nas praias no réveillon, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) iniciou nesta terça-feira (28) a fiscalização em quiosques e postos de combustíveis da orla da capital, do Recreio até o Leme. Militares da Barra, Copacabana e Humaitá vão fiscalizar a segurança contra incêndio e pânico.

O secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, Leandro Monteiro, afirmou que o objetivo, “é garantir a segurança da população que for assistir à queima de fogos nas praias que cobrem essa extensão”.

Delegacia

Neste ano, a orla de Copacabana, na zona sul da capital fluminense, vai ganhar cinco postos avançados do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) e uma nova delegacia da Polícia Civil, anunciou hoje (28) o governo do estado. Os postos serão inaugurados nos próximos meses. O objetivo é reduzir o índice de criminalidade no bairro.

Área de grande movimentação e destino de turistas que visitam o Rio, a Avenida Atlântica concentra 30% da criminalidade do bairro. A expectativa é que as novas unidades reduzam esse índice, principalmente no verão, época em que há aumento de casos.

Os postos do BPTur serão instalados em áreas consideradas estratégicas ao longo da Avenida Atlântica, entre a Avenida Princesa Isabel e o Posto 6, possibilitando um serviço integrado do policiamento na região. O posto principal ficará em frente ao Museu da Imagem e do Som (MIS). A partir do funcionamento das unidades, diversos pontos da praia serão monitorados por meio de câmeras.

Reflexos

O governador Cláudio Castro informou que as inovações na área de segurança pública, “com investimento em tecnologia e estabelecendo uma maior proximidade do policial com os cidadãos, terão reflexos positivos na sensação de segurança dos cariocas e turistas brasileiros e estrangeiros que visitam o Rio de Janeiro”. Castro lembrou que o turismo é uma atividade econômica estratégica do estado.

Além desse programa, a Secretaria de Estado de Polícia Militar lançou o registro de ocorrências online na orla carioca, já testado na área central da cidade. O sistema foi disponibilizado agora para os policiais militares dos batalhões da orla, que são o 2º BPM (Botafogo) 19º BPM (Copacabana), 23º BPM (Leblon) e 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes). Chamado de BOPM On-Line, o sistema agiliza registros de pequenos delitos, sem que haja a necessidade de encaminhar a ocorrência para as delegacias, permitindo que os policiais retornem mais rápido ao patrulhamento de rotina.

Para o secretário de Polícia Militar, Luiz Henrique Marinho Pires, reduzir a incidência criminal é sempre um grande desafio. “Durante o verão, há um aumento substancial na circulação de pessoas, sobretudo nas áreas turísticas, e por isso essa preocupação é ainda maior. O trabalho em parceria com outras pastas da administração pública, como a Secretaria de Turismo, vai contribuir muito para o sucesso da nossa missão”, avaliou.

A Operação Verão 2021/2022 da Polícia Militar conta com 2.500 policiais militares atuando nas praias das zonas sul e oeste até o final da estação. Este ano, os agentes ganham reforço de inovações tecnológicas, como a Central de Monitoramento da Linha Vermelha, e novidades logísticas, como a Companhia Destacada do 5º BPM, no centro do Rio.