Últimas Notícias
Esportes
Brasil garante ao menos duas medalhas no tênis de mesa em Tóquio

Por Agência Brasil

Brasil garante ao menos duas medalhas no tênis de mesa em Tóquio

Crédito: Divulgação/Internet

Brasil garante ao menos duas medalhas no tênis de mesa em Tóquio

A mesa-tenista Cátia Oliveira conquistou, no início da madrugada de hoje (28), o bronze na classe unificada 1 e 2 do tênis de mesa em Tóquio. Com o resultado, a atleta alcançou sua primeira medalha paralímpica.

Cátia Oliveira, que já foi vice-campeã no Mundial Individual de 2018, foi superada pela sul-coreana Seo Su Yeon, atual campeã mundial e vice-campeã paralímpica, por 3 sets a 1 (11/7, 8/11, 5/11 e 9/11), em 33 minutos de jogo.

A paulista abriu dominando a partida no primeiro set, mas não conseguiu manter o ritmo diante da experiente sul-coreana. Como não há disputa de terceiro lugar, mesmo ao perder a semifinal, Cátia garantiu diretamente o bronze.

“Eu tentei levar este ouro para o Brasil, mas estou muito feliz com o bronze. Em nenhum momento, fiquei com medo de perder. Vim para Tóquio e representei o meu país. Esta medalha é de todos”, disse Cátia em declaração publicada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Antes de perder a semifinal, Cátia Oliveira havia derrotado a líder do ranking mundial, a italiana Giada Rossi, por 3 sets a 0, na disputa das quartas de final. Na fase classificatória, a paulista havia vencido a finlandesa Aino Tapola por 3 sets a 1 e perdido para a polonesa Dorota Buclaw, também por 3 sets a 1.

Final

Outra brasileira que entrou em quadra neste sábado foi Bruna Alexandre, que seguiu para a final da classe 10 ao vencer Shiau Wen Tien, do Taipei, por 3 sets a 1 (14/12, 6/11, 12/10 e 11/7). A catarinense é a atual número quatro do ranking na categoria.

Ela disputará a decisão pelo ouro na próxima segunda-feira (30), às 6h45 (horário de Brasília), contra a australiana Qian Yang.