Últimas Notícias
Esportes
Goalball feminino perde para os EUA na estreia em Tóquio 2020

Por Agência Brasil

Goalball feminino perde para os EUA na estreia em Tóquio 2020

Crédito: Divulgação/Internet

Goalball feminino perde para os EUA na estreia em Tóquio 2020

Em busca do primeiro pódio em Paralimpíadas, a seleção brasileira feminina de goalball estreou na Olimpíada de Tóquio (Japão) com derrota para os Estados Unidos por 6 a 4 na manhã desta quarta-feira (25). O confronto válido pelo Grupo D aconteceu no Centro de Convenções Messe, na cidade de Chiba.

Brasil e Estados Unidos reeditaram a luta pela medalha de bronze na Rio 2016, quando as brasileiras foram derrotadas pelas norte-americanas por 3 a 2, e, consequentemente, viram cessar o sonho da primeira medalha na história do goalball feminino brasileiro. A frustração pareceu ainda maior porque na fase de grupos as brasileiras haviam derrotado os Estados Unidos por 7 a 3.

O próximo compromisso do Brasil será contra as japonesas, amanhã (26), às 22h30 (horário de Brasília). Ainda na fase de grupos, a equipe feminina terá pela frente a Turquia (atual campeã paralímpica) e o Egito, que são os outros dois países que integram o grupo das brasileiras.

A competição é composta por dois grupos de cinco times. Se classificam às quartas de final os quatro melhores colocados de cada chave.

O jogo

Tóquio 2020 Paralimpiada - Goalball

O Brasil começou abrindo o placar, entretanto, logo na sequência, as norte-americanas conseguiram uma vantagem de três gols de diferença (4 a 1). Em seguida, as brasileiras reagiram e fizeram o segundo, encerrando o primeiro tempo com o resultado negativo de 4 a 2.

A situação da seleção verde-amarela ficou mais complicada após sofrer o quinto gol no início da segunda etapa. Posteriormente, as brasileiras conseguiram encostar no marcador, balançando duas vezes a rede adversária (5 a 4). Porém, não foi possível evitar o sexto gol dos Estados Unidos, o último do confronto. Final de partida: Brasil 4, Estados Unidos 6.

Amanda Dennis, dos EUA, foi a goleadora do duelo, tendo marcado três gols. O trio Lisa Czechowski e Elana Mason, em duas oportunidades fizeram os outros dois para as norte-americanas. Já Ana Carolina Custódio, Victória Amorim e Jéssica Gomes, duas vezes, marcaram para a seleção sul-americana.