Últimas Notícias
Geral
Prefeitura do Rio apresenta novo plano de legado do Parque Olímpico

Por Agência Brasil

Rio de Janeiro - Equipe de ciclismo da Holanda terina para os Jogos Olímpicos Rio 2016 no Velódromo, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil

Rio de Janeiro - Equipe de ciclismo da Holanda terina para os Jogos Olímpicos Rio 2016 no Velódromo, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca (Fernando Frazão/Agência Brasil)

A prefeitura do Rio de Janeiro apresentou hoje (22) o novo plano de legado do Parque Olímpico da Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade, com as destinações para os equipamentos esportivos utilizados nos Jogos Olímpicos de 2016.

A Arena do Futuro será desmontada e o material será usado para a construção de quatro escolas nos bairros de Rio das Pedras, Bangu, Campo Grande e Santa Cruz, na zona oeste. O Centro Aquático também será desmontado. A desmontagem das estruturas existentes e a construção das novas escolas serão feitas por meio de uma licitação no valor de R$ 78 milhões com prazo de 18 meses para conclusão.

O prefeito Eduardo Paes disse que a administração municipal deve assinar o contrato com a empresa vencedora da licitação em agosto e, em setembro, as obras de desmontagem e de construção das novas escolas devem ser iniciadas. A previsão é que as novas escolas municipais sejam inauguradas para o ano letivo de 2023.

Paes também afirmou que o material das estruturas desmontadas que não for utilizado para as novas escolas será vendido.

Outros equipamentos

A Arena Carioca 3 vai virar um ginásio experimental olímpico que será uma escola do ensino fundamental vocacionada para o esporte para 850 alunos em tempo integral, com 24 salas de aula e uma série de atividades esportivas.

As Arenas 1 e 2 e o Centro de Tênis serão concedidos à iniciativa privada para um prazo de 15 anos com investimentos previstos de R$ 25 milhões.

Já o Velódromo vai abrigar as atividades esportivas gratuitas que hoje são desenvolvidas na Arena 3. Com a desmontagem do Centro Aquático, a piscina olímpica será instalada ao lado da futura pista de atletismo que também faz parte do legado.