Últimas Notícias
Saúde
Anvisa autoriza importação de doses da Coronavac para São Paulo

Por Agência Brasil

An employee puts on an equipment vials containing CoronaVac, Sinovac's vaccine against the coronavirus disease (COVID-19), at Butantan biomedical production center in Sao Paulo, Brazil January 22, 2021. REUTERS/Amanda Perobelli

Crédito: REUTERS/Amanda Perobelli

An employee puts on an equipment vials containing CoronaVac, Sinovac's vaccine against the coronavirus disease (COVID-19), at Butantan biomedical production center in Sao Paulo, Brazil January 22, 2021. REUTERS/Amanda Perobelli

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a importação, em caráter excepcional, de 4 milhões de doses da vacina contra a covid-19 Coronavac. A solicitação foi feita pelo governo de São Paulo para uso exclusivo no estado, sem passar pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde.

Nesta semana, o governo de São Paulo anunciou a aquisição dos imunizantes como parte do esforço para antecipar o calendário de imunização do estado. A meta é aplicar a 1ª dose em todos os paulistas com mais de 18 anos até 15 de setembro.  

A medida foi tomada a partir da permissão de importação direta por estados prevista na resolução da Anvisa Nº 476 de 2021. A Coronavac, produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac, tem autorização para uso emergencial no Brasil.

O quantitativo foi fechado para recebimento em duas remessas, uma de 2,7 milhões de doses e uma de 1,3 milhão. A decisão da agência autoriza novas remessas, desde que não haja alterações das condições.