Últimas Notícias
Saúde
Ministérios se unem para atender pessoas em vulnerabilidade social

Por Agência Brasil

Os ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e da Cidadania, João Roma, assinam hoje (30) acordo de cooperação técnica para desenvolver ações integradas para a inclusão social de pessoas em situação vulnerabilidade social.

Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Os ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e da Cidadania, João Roma, assinam hoje (30) acordo de cooperação técnica para desenvolver ações integradas para a inclusão social de pessoas em situação vulnerabilidade social.

Os ministérios da Saúde e da Cidadania assinaram uma parceria, hoje (30), para formar trabalhadores da saúde e da assistência social para atuarem em ações de atendimento a pacientes em situação de vulnerabilidade social com HIV/Aids, tuberculose, hanseníase e hepatites virais. 

O objetivo da parceria é fortalecer a integração entre o Sistema Único de Saúde (SUS) e o Sistema Único de Assistência Social (Suas) na assistência às pessoas que procuram unidades de saúde ou centros de assistência social.

A formação será oferecida por meio de ensino à distância, totalizando 60 horas. As atividades educativas trarão conteúdos sobre a intersecção entre as situações de vulnerabilidade e as enfermidades.

O curso também discutirá o funcionamento dos sistemas, os processos de controle social existentes e as dinâmicas de participação da população e das comunidades onde os serviços são prestados.

“Cada uma das doenças tem condição social como fator de agravamento dos quadros clínicos. Vamos construir diretrizes que contemplem oficinas e capacitação em EAD [ensino a distância]. Profissional de saúde vai ganhar ferramentas para dialogar com colega da assistência social. Precisamos derrubar barreiras e estabelecer conexão entre SUS e Suas”, explicou o ministro da Cidadania, João Roma, em evento online de assinatura do acordo.

Ministérios se unem para atender pessoas em vulnerabilidade social
Últimas Notícias
Saúde
Ministérios se unem para atender pessoas em vulnerabilidade social

Por Agência Brasil

Os ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e da Cidadania, João Roma, assinam hoje (30) acordo de cooperação técnica para desenvolver ações integradas para a inclusão social de pessoas em situação vulnerabilidade social.

Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Os ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e da Cidadania, João Roma, assinam hoje (30) acordo de cooperação técnica para desenvolver ações integradas para a inclusão social de pessoas em situação vulnerabilidade social.

Os ministérios da Saúde e da Cidadania assinaram uma parceria, hoje (30), para formar trabalhadores da saúde e da assistência social para atuarem em ações de atendimento a pacientes em situação de vulnerabilidade social com HIV/Aids, tuberculose, hanseníase e hepatites virais. 

O objetivo da parceria é fortalecer a integração entre o Sistema Único de Saúde (SUS) e o Sistema Único de Assistência Social (Suas) na assistência às pessoas que procuram unidades de saúde ou centros de assistência social.

A formação será oferecida por meio de ensino à distância, totalizando 60 horas. As atividades educativas trarão conteúdos sobre a intersecção entre as situações de vulnerabilidade e as enfermidades.

O curso também discutirá o funcionamento dos sistemas, os processos de controle social existentes e as dinâmicas de participação da população e das comunidades onde os serviços são prestados.

“Cada uma das doenças tem condição social como fator de agravamento dos quadros clínicos. Vamos construir diretrizes que contemplem oficinas e capacitação em EAD [ensino a distância]. Profissional de saúde vai ganhar ferramentas para dialogar com colega da assistência social. Precisamos derrubar barreiras e estabelecer conexão entre SUS e Suas”, explicou o ministro da Cidadania, João Roma, em evento online de assinatura do acordo.

Ministérios se unem para atender pessoas em vulnerabilidade social
Últimas Notícias
Saúde
Ministérios se unem para atender pessoas em vulnerabilidade social

Por Agência Brasil

Os ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e da Cidadania, João Roma, assinam hoje (30) acordo de cooperação técnica para desenvolver ações integradas para a inclusão social de pessoas em situação vulnerabilidade social.

Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Os ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e da Cidadania, João Roma, assinam hoje (30) acordo de cooperação técnica para desenvolver ações integradas para a inclusão social de pessoas em situação vulnerabilidade social.

Os ministérios da Saúde e da Cidadania assinaram uma parceria, hoje (30), para formar trabalhadores da saúde e da assistência social para atuarem em ações de atendimento a pacientes em situação de vulnerabilidade social com HIV/Aids, tuberculose, hanseníase e hepatites virais. 

O objetivo da parceria é fortalecer a integração entre o Sistema Único de Saúde (SUS) e o Sistema Único de Assistência Social (Suas) na assistência às pessoas que procuram unidades de saúde ou centros de assistência social.

A formação será oferecida por meio de ensino à distância, totalizando 60 horas. As atividades educativas trarão conteúdos sobre a intersecção entre as situações de vulnerabilidade e as enfermidades.

O curso também discutirá o funcionamento dos sistemas, os processos de controle social existentes e as dinâmicas de participação da população e das comunidades onde os serviços são prestados.

“Cada uma das doenças tem condição social como fator de agravamento dos quadros clínicos. Vamos construir diretrizes que contemplem oficinas e capacitação em EAD [ensino a distância]. Profissional de saúde vai ganhar ferramentas para dialogar com colega da assistência social. Precisamos derrubar barreiras e estabelecer conexão entre SUS e Suas”, explicou o ministro da Cidadania, João Roma, em evento online de assinatura do acordo.

ine(0); }); });