Últimas Notícias
Esportes
Após empates, Caxias-RS e Rio Branco-PR buscam 1ª vitória na Série D

Por Agência Brasil

Crédito: Gazeta de Piracicaba

Após empatarem na rodada de abertura do Grupo 8 da Série D do Campeonato Brasileiro, Caxias-RS e Rio Branco-PR medem forças neste domingo (13), às 16h (horário de Brasília), no estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS), pela segunda rodada da competição. A partida será transmitida ao vivo pela TV Brasil.

Os anfitriões largaram com um empate por 1 a 1 com o Juventus-SC, há uma semana, no estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC). O atacante Michel, de pênalti, marcou o gol grená. No mesmo dia, os paranaenses não saíram do zero com o Esportivo-RS no estádio da Estradinha, em Paranaguá (PR).

As equipes iniciaram a iniciaram a Série D reformuladas. O Caxias trouxe 11 reforços após a disputa do Campeonato Gaúcho. Além de Michel, chegaram os também atacantes Yuri Martins, Juliano, Jean Dias e Kelvin, os meias Felipe Tontini, Ramon e João Vieira, o volante Paulinho Santos, o lateral Lucas Carvalho e o zagueiro Lucas Rocha. Este último o mais recente deles, apresentado na quinta-feira (10).

"As minhas maiores características são a força e a bola aérea. Hoje em dia, a Série D é muito jogo de contato, muita bola parada, então acho que posso ajudar muito", destacou Lucas, em entrevista coletiva.

O técnico Rafael Jacques, que assumiu o Caxias após o Estadual, não terá à disposição o atacante Milla, que trata uma pubalgia. A expectativa é que ele repita a formação do primeiro jogo, com Marcelo Pitol; Lucas Carvalho, Henrique, Thiago Sales e Bruno Ré; Marlon, Matheuzinho, Carlos Alberto e Diogo Oliveira; Michel e Jean Dias.

O Rio Branco também mudou em relação à equipe que escapou do rebaixamento no Campeonato Paranaense na última rodada da primeira fase. O Leão da Estradinha firmou parceria com um empresário do interior do estado e dispensou parte do grupo do Estadual, trocando também o comando do time, agora dirigido por Danilo Fiuza. Nomes como o volante Kriguer e o meia Lucão, que haviam sido emprestados pelo Paraná, foram liberados 24 horas após chegarem ao novo clube. Entre os remanescentes, está o experiente lateral Pedro Botelho, com passagens por Atlético-MG, Athletico-PR e Rayo Vallecano (Espanha), que atuou como zagueiro na estreia.

"Sabemos que vai ser um jogo muito difícil fora de casa, mas nós vamos para Caxias [do Sul] com o mesmo pensamento de quando jogamos em casa. Vamos com pensamento de vencer, buscar os três pontos e subir cada vez mais na tabela, buscando nossos objetivos dentro da competição", afirmou o meia Regino, ex-Real Brasília-DF, um dos reforços trazidos para a Série D, em

Uma publicação compartilhada por Rio Branco Sport Club (@rbscoficial)

">publicação no Instagram oficial do clube.

Se repetir a formação da primeira rodada, Fiuza deve escalar o Rio Branco com Lucas Macanhan; Igor Lopes, Renato Oliveira, Pedro Botelho e Higor; William, Vini, Regino e Demethryus; Gabriel Honório e Matheus Paraná.

Continue Lendo
Após empates, Caxias-RS e Rio Branco-PR buscam 1ª vitória na Série D
Últimas Notícias
Esportes
Após empates, Caxias-RS e Rio Branco-PR buscam 1ª vitória na Série D

Por Agência Brasil

Crédito: Gazeta de Piracicaba

Após empatarem na rodada de abertura do Grupo 8 da Série D do Campeonato Brasileiro, Caxias-RS e Rio Branco-PR medem forças neste domingo (13), às 16h (horário de Brasília), no estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS), pela segunda rodada da competição. A partida será transmitida ao vivo pela TV Brasil.

Os anfitriões largaram com um empate por 1 a 1 com o Juventus-SC, há uma semana, no estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC). O atacante Michel, de pênalti, marcou o gol grená. No mesmo dia, os paranaenses não saíram do zero com o Esportivo-RS no estádio da Estradinha, em Paranaguá (PR).

As equipes iniciaram a iniciaram a Série D reformuladas. O Caxias trouxe 11 reforços após a disputa do Campeonato Gaúcho. Além de Michel, chegaram os também atacantes Yuri Martins, Juliano, Jean Dias e Kelvin, os meias Felipe Tontini, Ramon e João Vieira, o volante Paulinho Santos, o lateral Lucas Carvalho e o zagueiro Lucas Rocha. Este último o mais recente deles, apresentado na quinta-feira (10).

"As minhas maiores características são a força e a bola aérea. Hoje em dia, a Série D é muito jogo de contato, muita bola parada, então acho que posso ajudar muito", destacou Lucas, em entrevista coletiva.

O técnico Rafael Jacques, que assumiu o Caxias após o Estadual, não terá à disposição o atacante Milla, que trata uma pubalgia. A expectativa é que ele repita a formação do primeiro jogo, com Marcelo Pitol; Lucas Carvalho, Henrique, Thiago Sales e Bruno Ré; Marlon, Matheuzinho, Carlos Alberto e Diogo Oliveira; Michel e Jean Dias.

O Rio Branco também mudou em relação à equipe que escapou do rebaixamento no Campeonato Paranaense na última rodada da primeira fase. O Leão da Estradinha firmou parceria com um empresário do interior do estado e dispensou parte do grupo do Estadual, trocando também o comando do time, agora dirigido por Danilo Fiuza. Nomes como o volante Kriguer e o meia Lucão, que haviam sido emprestados pelo Paraná, foram liberados 24 horas após chegarem ao novo clube. Entre os remanescentes, está o experiente lateral Pedro Botelho, com passagens por Atlético-MG, Athletico-PR e Rayo Vallecano (Espanha), que atuou como zagueiro na estreia.

"Sabemos que vai ser um jogo muito difícil fora de casa, mas nós vamos para Caxias [do Sul] com o mesmo pensamento de quando jogamos em casa. Vamos com pensamento de vencer, buscar os três pontos e subir cada vez mais na tabela, buscando nossos objetivos dentro da competição", afirmou o meia Regino, ex-Real Brasília-DF, um dos reforços trazidos para a Série D, em

Uma publicação compartilhada por Rio Branco Sport Club (@rbscoficial)

">publicação no Instagram oficial do clube.

Se repetir a formação da primeira rodada, Fiuza deve escalar o Rio Branco com Lucas Macanhan; Igor Lopes, Renato Oliveira, Pedro Botelho e Higor; William, Vini, Regino e Demethryus; Gabriel Honório e Matheus Paraná.

Continue Lendo
,50],[300,250],[300,100],[300,50],[250,250],[240,200],[200,200]], maxWidth: 728, maxHeight: 250, sizeMap: function() { var ret = googletag.sizeMapping(). addSize([768, 0], [[728,250],[728,90],[300,250],[300,100],[250,250],[240,200],[200,200]]). addSize([320, 0], [[336,280],[300,250],[300,100],[300,50],[250,250],[240,200],[200,200]]). build(); return ret; } , events: { disableRemnant: true, freq: 3, after: '.related article.sub-container', prepend: '
', pospend: '
' } }); adInline.cmd.push(function() { });
Últimas Notícias
Esportes
Após empates, Caxias-RS e Rio Branco-PR buscam 1ª vitória na Série D

Por Agência Brasil

Crédito: Gazeta de Piracicaba

Após empatarem na rodada de abertura do Grupo 8 da Série D do Campeonato Brasileiro, Caxias-RS e Rio Branco-PR medem forças neste domingo (13), às 16h (horário de Brasília), no estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS), pela segunda rodada da competição. A partida será transmitida ao vivo pela TV Brasil.

Os anfitriões largaram com um empate por 1 a 1 com o Juventus-SC, há uma semana, no estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC). O atacante Michel, de pênalti, marcou o gol grená. No mesmo dia, os paranaenses não saíram do zero com o Esportivo-RS no estádio da Estradinha, em Paranaguá (PR).

As equipes iniciaram a iniciaram a Série D reformuladas. O Caxias trouxe 11 reforços após a disputa do Campeonato Gaúcho. Além de Michel, chegaram os também atacantes Yuri Martins, Juliano, Jean Dias e Kelvin, os meias Felipe Tontini, Ramon e João Vieira, o volante Paulinho Santos, o lateral Lucas Carvalho e o zagueiro Lucas Rocha. Este último o mais recente deles, apresentado na quinta-feira (10).

"As minhas maiores características são a força e a bola aérea. Hoje em dia, a Série D é muito jogo de contato, muita bola parada, então acho que posso ajudar muito", destacou Lucas, em entrevista coletiva.

O técnico Rafael Jacques, que assumiu o Caxias após o Estadual, não terá à disposição o atacante Milla, que trata uma pubalgia. A expectativa é que ele repita a formação do primeiro jogo, com Marcelo Pitol; Lucas Carvalho, Henrique, Thiago Sales e Bruno Ré; Marlon, Matheuzinho, Carlos Alberto e Diogo Oliveira; Michel e Jean Dias.

O Rio Branco também mudou em relação à equipe que escapou do rebaixamento no Campeonato Paranaense na última rodada da primeira fase. O Leão da Estradinha firmou parceria com um empresário do interior do estado e dispensou parte do grupo do Estadual, trocando também o comando do time, agora dirigido por Danilo Fiuza. Nomes como o volante Kriguer e o meia Lucão, que haviam sido emprestados pelo Paraná, foram liberados 24 horas após chegarem ao novo clube. Entre os remanescentes, está o experiente lateral Pedro Botelho, com passagens por Atlético-MG, Athletico-PR e Rayo Vallecano (Espanha), que atuou como zagueiro na estreia.

"Sabemos que vai ser um jogo muito difícil fora de casa, mas nós vamos para Caxias [do Sul] com o mesmo pensamento de quando jogamos em casa. Vamos com pensamento de vencer, buscar os três pontos e subir cada vez mais na tabela, buscando nossos objetivos dentro da competição", afirmou o meia Regino, ex-Real Brasília-DF, um dos reforços trazidos para a Série D, em

Uma publicação compartilhada por Rio Branco Sport Club (@rbscoficial)

">publicação no Instagram oficial do clube.

Se repetir a formação da primeira rodada, Fiuza deve escalar o Rio Branco com Lucas Macanhan; Igor Lopes, Renato Oliveira, Pedro Botelho e Higor; William, Vini, Regino e Demethryus; Gabriel Honório e Matheus Paraná.

Continue Lendo