Últimas Notícias
Água e esgoto
Dois vazamentos graves na avenida Dois Córregos
Uma deles era puro esgoto transbordando por uma boca de lobo

Por Romualdo Cruz Filho

Cerca de 150mm estourou em frente ao supermercado Coop, com desperdício de água

Crédito: Mateus Medeiros

Cerca de 150mm estourou em frente ao supermercado Coop, com desperdício de água

A avenida Dois Córregos estava com dois vazamentos graves na tarde ontem. Uma deles, na esquina com a rua 13 de Abril, era puro esgoto transbordando por uma boca de lobo, na altura do número 1440, bem em frente da oficina Fatori & Camilli Motors. A água chegava até na Coop com força deixando toda a via com mau cheiro. Na semana anterior, o mesmo dano aconteceu na altura do número 1.000.

Felipe Camilli disse que o problema vem se arrastando desde quarta-feira da semana passada. "A boca de lobo de cima estava vazando. O pessoal do Semae veio e tentou consertar, mas começou a vazar na boca de lobo próxima. Vieram com um caminhão pequeno, depois devido à gravidade, com um grande. Fizeram o serviço e tudo parecia resolvido. Não passaram dois dias e o mesmo local começou a transbordar novamente".

A concessionária Mirante informou que sua equipe fez o serviço de desentupimento na quinta-feira, 30/12, após colaboradores terem feito vistoria de rotina no local. "Eles encontraram muita graxa e estopa dentro do poço de visita (PV). Após os procedimentos de desobstruções, o PV fluiu satisfatoriamente".

Nesta, segunda-feira (3), a Mirante recebeu uma Ordem de Serviço para voltar ao local. "A equipe encontrou dentro do PV sacolas plásticas e fraldas. Realizamos novamente a desobstrução da rede". A concessionária alerta para que a população não descarte nenhum material na rede coletora tal como: estopa, sacola plástica, absorvente, papel higiênico, dentre outros, uma vez que as redes não foram dimensionadas para receber esse tipo de lançamento.

Água potável

Próximo ao supermercado Coop, na esquina com a avenida Volet Sachs, o vazamento era de água potável. Estourou um cano de 150 milímetros e quando a Gazeta passava pelo local, um técnico do Semae, Marcelo, tinha acabado de chegar e estava fechando o registro, o que prejudicaria o abastecimento de água em boa parte do bairro Morumbi.

"A máquina já está chegando e vamos abrir o local para consertar", disse Marcelo. A previsão dele era de que o trabalho demoraria toda a tarde. "Pode ser que seja mais rápido do que o esperado, mas acho que até umas 18h vai". Ao ser questionado sobre quanto tempo estava vazando água naquele ponto, respondeu. "Acabei de receber a notícia".

Assessoria do Semae disse que em frente ao Coop foi necessária uma interrupção emergencial do local, por volta das 15h. Além do Morumbi, seriam afetados também o Jardim Imperial e proximidades, onde não há caixa de água independente.