Últimas Notícias
Natureza
Regada com amor
Aposentado Edison Vergilio Ponchio mantém área verde há mais de cinco anos

Por Larissa Souza

Uma das árvores preferidas de Edison Vergilio Ponchio é a acerola. Ele ama fazer sucos com a fruta

Crédito: Mateus Medeiros

Uma das árvores preferidas de Edison Vergilio Ponchio é a acerola. Ele ama fazer sucos com a fruta

“Manter esse lugar é uma alegria para mim. Quando eu começo a cuidar do terreno, perco até a hora”, comentou o servidor aposentado Edison Vergilio Ponchio, com um sorriso no rosto. O local ao qual ele se refere é uma área verde localizada próximo à rua Elio Geraldin, no Jardim São Vicente, que é cercada por árvores frutíferas de diferentes espécies.

Quando mudou-se para o bairro, o terreno era apenas uma área tomada por mato. Depois, com a prefeitura realizando a manutenção básica da área, Ponchio passou a plantar as árvores frutíferas que, hoje, embelezam o bairro. Posteriormente, moradores do bairro Algodoal também fizeram uma pequena horta comunitária em parte do terreno.

Ponchio realiza a preservação da área verde desde meados de 2015. Ele contou à Gazeta que aprendeu a executar os processos do plantio já na infância, com seu pai, que era agricultor. O aposentado também se recorda de ser incentivado por uma prima, que o convidou várias vezes para fazer a manutenção do jardim de sua casa.

Depois de adulto, ele continuou a desenvolver mudas para a plantação. Antes de morar no bairro São Vicente, ele residia no Vila Rezende, onde já plantava árvores frutíferas. De acordo com ele, seu trabalho se concentrava em uma área da rua Ernest Mahle.

Após mudar-se para o bairro Jardim São Vicente, em 2014, o aposentado deu o pontapé inicial para dar vida ao terreno, começou a plantar árvores frutíferas em toda a sua extensão.

Hoje, há cerca de oito fileiras de árvores frutíferas plantadas por Ponchio, com aproximadamente 80 árvores, de diversas espécies, entre elas, pitanga, acerola, manga, limão, graviola, jambo, jaca, manga, abacate, goiaba e jurubeba.

Outros moradores do bairro auxiliam Ponchio, principalmente com a doação de mudas.

Segundo o aposentado, a praça com dezenas de árvores frutíferas é um sucesso entre os moradores e outras pessoas que passam pela rua. A fruta preferida dele é a acerola.

Nos períodos de frutificação os pés enchem e os frutos até caem na grama. Os moradores aproveitam para recolher as frutas e levá-las para casa. “Tem que pegar se não estraga”, explicou Ponchio.

Segundo ele, há alguns dias as árvores de acerola estavam carregadas de frutos, o que atraiu a atenção de muitas pessoas que passavam pela praça.

Preparação

Para criar a muda, Ponchio planta a semente no balainho e espera ela germinar. Em seguida, planta a árvore no terreno e passa a acompanhar seu crescimento todos os dias, prestando os devidos cuidados. Além das árvores frutíferas, Ponchio também plantou uma fileira de ipês em uma parte do terreno.

Ele costuma ir até a área diariamente, para limpar, ver como estão as árvores e plantar novas mudas.

Horta

Na horta compartilhada, criada por moradores do Algodoal, há plantações de diversos alimentos, inclusive ervas medicinais como o guaco e o boldo. A primeira é usada, principalmente, para aliviar problemas respiratórios e a outra pode ser usada em casos de dores e problemas estomacais provocados por algum tipo de inflamação no fígado.