Últimas Notícias
Doação de sangue
Grupo de jovens coordena força-tarefa
Estoque no Hemonúcleo de Piracicaba está baixo, com os tipos  em estado de alerta e crítico

Por Da redação

Movimento de Cursilhos de Cristandade do Brasil, da igreja Católica

Crédito: Divulgação

Movimento de Cursilhos de Cristandade do Brasil, da igreja Católica

Dia 25 de novembro é Dia Nacional do Doador de Sangue. A data foi criada como forma de agradecer aos doadores e também conscientizar a população sobre a importância de ser um doador de sangue contínuo; afinal, inúmeros procedimentos dependem da disponibilidade de sangue para realização, como cirurgias de médio e grande porte e tratamento de doenças hematológicas. Por isso, a doação voluntária de sangue é tão essencial.

Ontem no Hemocentro da Unicamp, ao qual o Hemonúcleo de Piracicaba (localizado na Santa Casa) pertence, o estoque estava baixo, com os tipos de sangue O+ e O-. AB-, B-, A+ em estado de alerta; e o tipo A-, em estado crítico.

Exemplo de quem entendeu o recado é do grupo Movimento de Cursilhos de Cristandade do Brasil, da igreja Católica. De acordo com uma das integrantes, Bruna Mantuan Arthuso, durante toda semana ela e seus amigos se mobilizaram para solicitar doação ao maior número de pessoas possível. “Esse movimento começou em 2015 e desde então não paramos mais”, disse. Segundo ela, neste sábado, o grupo levará bolo, sucos, pão de mel, bexigas e lembrancinhas para agradecer aos doadores pela nobreza do gesto”, disse.

Outro grupo que também está se mobilizando, só que para dezembro, afinal a necessidade de doação é constante, é o grupo de jovens Wifi Cristi, da Paróquia Santa Catarina no bairro Nova América, com envolvimento de toda a Diocese. “Já combinamos tudo com o Hemonúcleo”, disse Francisco Lopes, membro do grupo de jovens.

Ele revela que o desenvolvimento da campanha Semana Jovem de Doação de Sangue vai acontecer de 6 a 10 de dezembro e que a iniciativa é de extrema importância para o Hemonúcleo, principalmente por conta do período de festas de fim de ano e das férias de verão.

Para a assistente social do Hemonúcleo Piracicaba, Luciana Sacheto Bueno, doar sangue é uma atitude de educação, amor e cidadania. “Ao realizar uma doação de sangue, você está ajudando pelo menos três pacientes que necessitam de transfusão.

Ela explica que a doação, respeitando-se os critérios técnicos, não acarreta nenhum risco para o doador e todo processo para a doação, que inclui cadastro, pré-triagem, triagem e coleta, leva menos de 80 minutos. Não existe nenhum outro componente que substitua o sangue, desta forma, doar é salvar vidas”, salienta.

Para Luciana, a campanha tem a finalidade de reforçar o estoque técnico para atendimento da demanda transfusional de dezembro, que é um mês festivo, de férias e que, normalmente, apresenta sensível redução no número de doadores de sangue.

Para ser um doador é preciso ter entre 18 e 65 anos, estar em boas condições de saúde e dirigir-se ao Hemonúcleo de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 13 horas. Telefone (19) 3422.2019.

Ainda seguindo protocolos sanitários decorrentes da pandemia da covid-19, a doação, preferencialmente, deve ser agendada por meio do site https://agendamento.hemocentro.unicamp.br/. A coleta acontece de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h. O Hemonúcleo de Piracicaba está localizado à rua Silva Jardim, 1.700 (antigo prédio do Saúde Inteligente, dentro do complexo hospitalar da Santa Casa de Piracicaba.