Últimas Notícias
Esalq 120 anos
Projetos de tecnologia
Sinergia entre empresas, poder público e universidades

Por Romualdo Cruz Filho

Esalq/USP gera reflexões sobre desenvolvimento e sustentabilidade

Crédito: Mateus Medeiros

Esalq/USP gera reflexões sobre desenvolvimento e sustentabilidade

A Fazenda Digital, idealizada pela Esalq/USP é um projeto pioneiro que ainda está em análise pela Reitoria da USP. O local criará um ambiente de convivência e sinergia entre universidade, o poder público e empresas/universidades que realizem atividades em Projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) voltadas prioritariamente ao agronegócio.

O projeto vai incrementar atividades de ensino, pesquisa e extensão por aproximação com o setor produtivo, promovendo a geração de conhecimento e de atividades interdisciplinares, fomentando a formação extracurricular de recursos humanos para inovação e empreendedorismo.

A iniciativa também visa fomentar a parceria pública-privada com criação de novas empresas por meio do Programa da Incubadora EsalcTec. Neste espaço será também previsto Centro de Eventos com foco em aspectos sociais e culturais.

Vale do Piracicaba

"Nosso desejo é avançar, incentivando a inovação tecnológica e atraindo empreendedores que possam agregar valor aos estudos avançados e às aplicações práticas dos nossos conhecimentos", explica o professor Durval Dourado Neto. Sendo assim, há dois anos foi criado no campus Esalq/USP o 'Vale do Piracicaba', conhecido como EsalqTec, e muitas empresas se mudaram para o local. "Para se ter uma ideia, em 12 meses saímos de 30 empresas incubadas para quase 100. Para elas, nos tornamos uma âncora de suporte do conhecimento, formando assim um verdadeiro ecossistema de inovação".

A Esalq/USP gera assim reflexões e ações interdisciplinares, regionais e entre países, dentro dos temas relacionados ao desenvolvimento e sustentabilidade de Sistemas Agropecuários Integrados e suas aplicações com o ambiente e com a sociedade. "Neste ambiente giram assuntos de cunho contemporâneo como uso de soluções biológicas para o controle de pragas e novidades sobre o sistema de Integração, Lavoura-Pecuária-Floresta, entre outros", diz Durval.

Sempre seguindo a mesma orientação, de criar as condições adequadas de potencializar relações capazes de impulsionar novos projetos, envolvendo tanto o setor público como o privado, bem como viabilizando espaços para a troca de conhecimento, como simpósios e workshops, a Esalq/USP não para.

Durval entende que a instituição se encontra em uma via de mão dupla. "A Universidade amplia a atuação de seu profissional com a sociedade, em atividades de campo, lidando na prática com que o mercado demanda, além de um ambiente educacional de caráter internacional; e o poder público apóia nas ações facilitadoras da valorização da Agricultura Brasileira".

A demonstração dos resultados de pesquisa tem sido apresentada para a sociedade na forma de simpósios, workshops, opções de literaturas científicas e de extensão que contemplem o sistema na Agricultura em seus três eixos: econômico, social e ambiental, por ter competência nessas áreas com especialistas reconhecidos nacional e internacionalmente.