Últimas Notícias
Polícia Militar
Vizinhança Solidária em Charqueada
Programa que tem como principal objetivo auxiliar na redução da criminalidade por meio de parcerias comunitárias

Por Ana Cristina Andrade

É o primeiro grupo da cidade e a ideia é que outras comunidades queiram implantá-lo.

Crédito: Divulgação

É o primeiro grupo da cidade e a ideia é que outras comunidades queiram implantá-lo.

Moradores do bairro Recanto Bela Vista, em Charqueada, estão iniciando neste mês o programa "Vizinhança Solidária", criado pela Polícia Militar e instituído por Lei pela Assembléia Legislativa de São Paulo, em 2018. É o primeiro grupo da cidade e a ideia é que outras comunidades queiram implantá-lo.

É um programa que tem como principal objetivo auxiliar na redução da criminalidade por meio de parcerias comunitárias. A palestra de orientação e implementação do programa aconteceu na noite de anteontem, ministrada pelo comandante da 3ª Companhia da PM, capitão Pansonato.

Na oportunidade, ele apresentou o novo comandante do 3º Grupamento da cidade, sargento/PM Bruno Victor Rodrigues, e que ficará no lugar do sargento Emerson - este último irá se afastar e passar para a inatividade (aposentar-se).

"O Vizinhança Solidária auxilia bastante o policiamento. Com as trocas de informações, a população que faz parte do programa recebe orientações também relacionadas ao olhar crítico, posturas a serem adotadas para redução da vulnerabilidade dificultando, assim, a atuação de possíveis infratores", observou Pansonato.

De acordo com o oficial, na área da 3ª Companhia, entre São Pedro e Águas de São Pedro, já existem mais de 30 grupos desses, dos quais mais de 1.000 pessoas estão participando. "Agora, conseguimos levar para Charqueada", acrescentou.

Pansonato lembrou que as situações de emergência devem ser transmitidas ao telefone 190. "O objetivo do vizinho é cuidar do próximo no que está relacionado com a segurança", destacou.

Para o sargento Victor (foto), seu pensamento é realizar essa aproximação com a comunidade e com os demais órgãos de segurança, a fim de reduzir os índices criminais e trazer tranquilidade para a cidade de Charqueada. "É uma nova fase, com novas funções e novos desafios", declara.

O coronel/PM Willians de Cerqueira Leite Martins, que comanda o CPI-9, disse que a expansão do programa faz parte do planejamento estratégico. “Fala de integração entre polícia e comunidade fortalecendo o policiamento comunitário. Aqui é incentivada a criação do programa em todos os municípios”, completou.