Últimas Notícias
Mobilidade urbana
Circuito Monte Alegre
Objetivo é criar uma comunicação assertiva direcionada aos motoristas na principal avenida do Monte Alegre

Por Da redação

Serão implantadas 12 placas de sinalização com layout diferenciado

Crédito: Divulgação

Serão implantadas 12 placas de sinalização com layout diferenciado

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Semdettur), em parceria com a empresa Casa da Floresta, Oji Papéis Especiais e Esalq, lançam neste sábado (28), a partir das 9h, a primeira etapa do projeto Circuito Monte Alegre, que será implantado no bairro de mesmo nome.

O objetivo é criar uma comunicação assertiva direcionada aos motoristas na principal avenida do Monte Alegre, onde serão implantadas 12 placas de sinalização com layout diferenciado, que além do trânsito, apresentarão informações sobre a fauna, flora e história do bairro. O projeto contará com o apoio da Secretaria de Defesa do Meio Ambiente

Segundo José Luís Guidotti Jr., secretário da Semdettur, o bairro que abrigava uma usina e comunidade local pequena, nos últimos anos ganhou novos moradores com a expansão imobiliária, além de um centro gastronômico turístico e de eventos, o que demandou novas propostas de urbanização e adequação da mobilidade.

“Nessa primeira etapa o projeto concebido pela Casa da Floresta e apoiado pela Prefeitura tem como objetivo realizar uma comunicação assertiva por meio de uma sinalização diferenciada, bonita, comunicativa e organizada”. frisou Guidotti Jr.

Layout das placas

A primeira fase do projeto, patrocinada pela Oji Papéis Especiais, contempla a instalação de 12 placas de sinalização com projeto artístico desenvolvido pelo artista e pesquisador Camilo Riani. Essas obras de arte apresentam animais silvestres como capivaras, gambás, tatus, quatis e ouriços que são comumente avistados no bairro. As placas trazem a leitura do artista para a fauna regional, que nas vias de acesso ao bairro são alvos de atropelamentos dada a intensificação do movimento no local. As placas serão instaladas em pontos estratégicos, próximos aos locais de maior ocorrência de atropelamentos, visando alertar os motoristas.

Concepção do projeto

Instalada no bairro Monte Alegre desde 2005, a Casa da Floresta, empresa que atua com sustentabilidade e projetos socioambientais, acompanha o desenvolvimento do bairro e sentiu a necessidade de propor ações que trabalhem importantes questões sociais e ambientais associadas à mudança.

Dentro deste contexto, foi concebido o Circuito Monte Alegre, que tem como objetivos trazer segurança aos motoristas, pedestres e ciclistas da avenida Comendador Pedro Morganti, que dá acesso ao bairro a partir do centro da cidade, além de propor vivência de arte, história e biodiversidade aos usuários. “Além disso, o projeto visa promover a conservação ambiental ao longo de toda avenida, protegendo a fauna local e valorizando a história e os atrativos turísticos do bairro”, comenta Klaus Duarte Barretto, diretor da Casa da Floresta.

O projeto tem parceria pública e privada, com investimentos realizados pela Casa da Floresta e Oji Papéis Especiais, e está aberto a novas parcerias e apoios de empresas do município para consolidar as próximas etapas que contemplarão a instalação de painel artístico “muroarte”, projeto paisagístico, incluindo a implantação de mobiliário urbano e a remodelação viária da avenida.