Últimas Notícias
Conscientização
Semana da Amamentação
Profissionais do Santa Casa Saúde estarão à frente das lives programadas para abordar todos os aspectos da amamentação

Por Da redação

Fachada da Santa Casa de Piracicaba

Crédito: Antonio Trivelin

Fachada da Santa Casa de Piracicaba

Mesmo desenvolvendo ações diárias junto a mães e a futuras mamães para que a amamentação do recém-nascido ocorra pelo menos até o sexto mês de vida do bebê, o Santa Casa Saúde Piracicaba, plano de saúde da Santa Casa de Piracicaba, desenvolve mais uma edição de sua Semana da Amamentação, com lives comandadas por equipe multiprofissional de 2 a 6 de agosto, sempre das 9h às 9h30, pelo www.facebook.com/SantaCasaPiracicaba.

A iniciativa atende ao chamado da WABA (Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno), que adotou a SMAM (Semana Mundial de Aleitamento Materno) como ação global para aumentar a conscientização e estimular ações relacionadas ao aleitamento materno e que, este ano, tem como tema “Proteger a amamentação: uma responsabilidade de todos”.

Ao reforçar a iniciativa, o Santa Casa Saúde valida a importância da amamentação e lembra que o aleitamento materno está entre as grandes prioridades das políticas de saúde global em virtude de seus inúmeros benefícios à saúde das crianças, mães e à sociedade. “O presente trabalho se configura em ação educativa para promover e proteger o aleitamento materno, conforme propõe a OMS (organização Mundial de Saúde)”, disse a Enf. Terezinha Carvalho, uma das coordenadoras do evento.

Segundo ela, com esta proposta, a Semana trará, na segunda-feira (2), a médica obstetra Milena Góes para falar sobre "A importância da rede de apoio à amamentação e os fatores que interferem na produção do leite materno e no desmame precoce".

A médica alerta que, quando um acontecimento gera estresse, mudanças podem ser desencadeadas provocando aumento na liberação de hormônios, aumento do ritmo cardíaco e da pressão arterial, além de fatores psicológicos como medo, ansiedade e ira, que prejudicam o processo de produção e ejeção do leite materno. “Falar com o esposo, familiares e amigos para construir uma rede de apoio social, que envolve apoio material, afetivo, emocional, informações e integração social positiva é fundamental para que a mãe tenha momentos de tranquilidade tão necessários à produção do leite materno”, considerou Milena Góes.

Na terça-feira (3), a enfermeira obstetra do Santa Casa Saúde Monick Gonçalves abordará os "Cuidados com a amamentação em tempos de pandemia". Ela lembra que o período do puerpério, ou pós-parto, é um momento de rápidas e intensas mudanças para a mãe com alteração em toda dinâmica familiar, processo que exige readaptações. “Além de tudo isso, enfrentamos um cenário de pandemia e isolamento social que se somam as demandas de ter filhos pequenos em casa, tornando a rotina familiar diferente da habitual. “Ainda assim, não podemos desistir da amamentação pois os benefícios da aleitamento materno supera qualquer pandemia”, observou a enfermeira.

Complementando a abordagem, a Semana trará na quarta, dia 04, a nutricionista Gabriele Carmelo destaque para falar sobre "A proteção do leite materno para o bebê”. Ela lembra que o leite materno é o alimento ideal para o bebê, sendo essencial para o seu crescimento e desenvolvimento nos primeiros meses de vida. “Com sua composição rica e apropriada, o leite materno oferece mais que nutrientes; ele proporciona carinho, proteção e segurança tanto para o bebê, quanto para a mãe”, observou.

Questões relacionadas à "Amamentação: vínculo, afeto e a importância da responsabilidade compartilhada" também ganha destaque na apresentação que a psicóloga Patrícia Maurys fará no dia 05. Segundo ela, quando nasce um bebê, nasce também uma mãe e um pai; e a cada filho, nascem experiências distintas e únicas. “Por mais que tenham tido planejamento e preparação, ser pai e mãe é quase um sinônimo de imprevisto, pois muita coisa pode não ocorrer totalmente conforme o planejado”, revelou a psicóloga ao destacar o papel e a importância do parceiro durante a amamentação.

Encerrando a Semana na sexta, dia 06, o casal Letícia e Bruno Creodolpho, pais do pequeno Pietro, de apenas um ano, falará sobre "A experiência da maternidade e a responsabilidade compartilhada na amamentação". Eles contam que, desde o início da gestação, sempre tiveram o desejo de amamentar e enfrentaram todas as dificuldades e desafios para que isso acontecesse.