Últimas Notícias
Olimpíadas de Tóquio
Piracicabano Diogo entre os 20 melhores do mundo
Atleta volta para o Brasil daqui dois dias para o merecido descanso com a família

Por José Ricardo Ferreira

Piracicabano ficou entre os 20 melhores ginastas dos jogos

Crédito: CBG/Divulgação

Piracicabano ficou entre os 20 melhores ginastas dos jogos

O pódio não aconteceu, mas o piracicabano Diogo Soares, 19, tem tudo para evoluir ainda mais e buscar medalhas futuras nas próximas Olimpíadas. Ontem ele somou 81.198 pontos na final do individual geral masculino de ginástica artística e ficou entre os 20 melhores do mundo na Olimpíada de Tóquio. 

A competição foi realizada no Centro de Ginástica de Ariake, no distrito de Ariake, na capital reunindo 24 atletas que saltaram em busca de medalha na decisão. Diogo em 20º e o fluminense Caio Souza em 17º representaram o Brasil na final.

Quem levou o ouro foi o japonês Daiki Hashimoto, com 88.465 pontos, já o chinês Ruoteng Chiao somou 88.065 pontos e levou a prata. O russo Nikita Nagornyy ganhou o bronze após fazer 88.031 pontos.

O 20º lugar de Diogo já era uma das previsões bem acertadas de seu técnico Daniel Biscalchin ainda antes de o atleta viajar para os Jogos. O atleta volta para o Brasil daqui dois ou três dias para o merecido descanso com a família para depois recomeçar os treinos para futuras competições.

Disputando competições desde os sete anos de idade, Diogo, formado no PDB/Selam/Pira Olímpica, deixou de ser uma aposta e passa a figurar entre os atletas qualificados para a próxima olimpíada, na França 2024. “Colocamos Diogo para abrir a participação do Brasil em boa parte dos aparelhos por ter apresentações seguras. Isso traz também uma tranquilidade para que os próximos atletas subam no aparelho e façam seu trabalho da melhor forma”, comentou o coordenador da seleção de ginástica Marcos Goto.

Expectativas

Os brasileiros não conquistaram medalhas, ontem, mas há boas expectativas para futuros pódios. O tênis e a canoagem slalom estão nas semifinais. Já o tiro com arco obteve vaga nas oitavas de final dos Jogos.

Em uma luta com decisão polêmica, tensa, dramática e decidida após mais de 14 minutos a judoca Maria Portela perdeu para a russa Madina Taimazova e foi eliminada na categoria até 70 kg dos Jogos. A brasileira recebeu três punições por falta de combatividade no golden score, que durou quase 11 minutos, e parou nas oitavas de final. Ela teria acertado um wazari no tempo extra, mas o VAR não validou o golpe.

O revezamento 4x200 metros livre masculino do Brasil terminou na oitava posição a final da prova dos Jogos. O quarteto formado por Fernando Scheffer, Murilo Sartori, Breno Correia e Luiz Altamir fez o tempo 7min08s22.

Já o vôlei masculino perdeu para os russos por 3 sets a 0 (25/22, 25/20 e 25/20) pela terceira rodada do Grupo B. Em terceiro lugar, o Brasil soma duas vitórias e uma derrota e tem cinco pontos. Hoje. às 23h05 (de Brasília) precisa vencer os EUA para não se complicar na classificação.

Futebol

O Brasil venceu por 3 a 1, ontem, a Arábia Saudita com gols de Matheus Cunha e outros dois de Richarlison. Garantida nas quartas, a seleção masculina vai encarar o Egito no sábado, às 7h (de Brasília), em Saitama. Já o time feminino joga amanhã (30) às 5h (de Brasília) pelas quartas de final.

A goleira da seleção brasileira feminina de futebol, Bárbara, se envolveu em uma confusão com Andrea Pontes, atleta paraolímpica da canoagem, no Instagram. Andrea disse que a goleira deveria ser substituída por Babi Arenhart, arqueira da seleção de handebol. A conversa acabou na troca de insultos e desafios entre as duas.

Muitas palavras de baixo calão foram mencionadas pela pernambucana de 33 anos, principalmente de cunho sexual. "Acha que só porque é deficiente pode falar o que quer?", indagou Bárbara. As mensagens privadas só foram vistas, pois Andrea Pontes postou mais um story dizendo: "Além de frangueira é mal educada! Essa é a goleira da seleção". (Com ABr, AE e CBG)