Últimas Notícias
Segurança pública
Roubos e furtos caem no 1º semestre
Piracicaba registra queda no número de roubos em geral e furtos de veículos nos primeiros seis meses do ano, em comparativo com o mesmo período de 2020

Por Ana Cristina Andrade

O indicador apresentou o menor número de furtos de veículos da série histórica, passando de 524 para 310

Crédito: Mateus Medeiros / Gazeta de Piracicaba

O indicador apresentou o menor número de furtos de veículos da série histórica, passando de 524 para 310

Os roubos em geral, de veículos e furto de veículos caíram em Piracicaba no primeiro semestre deste ano, comparado com o mesmo período do ano passado, conforme mostram as estatísticas divulgadas pela Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Os dados mostram, consecutivamente, 260 roubos em geral, 57 de veículos e 228 furtos de veículos de janeiro a junho do ano passado quando, no mesmo período de 2020, foram registrados 305 roubos em geral, 79 roubos de veículos e 218 veículos furtados.

Segundo o delegado Kleber Antonio Altale, diretor do Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior Nove), com sede em Piracicaba, há tempo vem ocorrendo a redução destas modalidades de crimes e isso se deve à atuação, em conjunto, com as demais forças de segurança.

“O trabalho conjunto das polícias Civil, Militar e Guarda Civil dá resultado”, afirmou.

Sobre os roubos de veículos, o tenente-coronel Alexandre Luiz Bergamasco Pedro, que comanda o 10º Batalhão de Piracicaba, atribuiu as reduções dos índices às ações pontuais, prisões de infratores envolvidos com o roubo de veículos e sistema de câmeras inteligentes.

“Para o enfrentamento a esse delito, estamos intensificando as abordagens e a busca pessoal para localizar armas de fogo e armas brancas (facas, estiletes, canivetes, etc.)”, explicou.

“Também temos um trabalho focado na recaptura de foragidos da justiça e daqueles que possuem mandado de prisão. Estas ações impactam não só nos homicídios, mas também em outros crimes”, acrescentou.

Referente à queda na estatística de furto de veículos, ele disse também que isto se deve também ao direcionamento do policiamento preventivo em locais de maior incidência e a instalação de câmeras de segurança em locais estratégicos da cidade.

“As novas tecnologias estão dificultando o furto de veículos mais novos, tendo os marginais se enveredado em subtrair veículos com mais de tempo de uso, justamente pela maior fragilidade em seu sistema de acionamento. É importantíssimo que o veiculo tenha dispositivos de alarme instalados, principalmente os bloqueadores”.