Últimas Notícias
Copa Paulista
Torcida do XV de volta ao Barão
Alvinegro e São Caetano voltam a se encontrar nesta terça-feira (26) às 20h, em Piracicaba e com torcida

Por José Ricardo Ferreira

Quem vencer avança para a semifinal

Crédito: Mateus Medeiros

Quem vencer avança para a semifinal

Após o empate por 1 a 1 no estádio Anacleto Campanella, no sábado (23), XV de Piracicaba e São Caetano voltam a se encontrar, nesta terça-feira (26) às 20h, no estádio Barão da Serra Negra, pelas quartas de final da Copa Paulista, pelo jogo de volta. Quem vencer avança para a semifinal, enquanto que um novo empate levará a definição para os pênaltis.

O Azulão foi o algoz do XV em 2019 na decisão da Copinha. Diferente de hoje, que é um jogo de quartas, o torcedor, que volta ao estádio depois de 19 meses, vê a partida com possibilidade de revanche. Naquela oportunidade o XV foi dominado em pleno Barão e perdeu por 3 a 2. No ABC, não conseguiu reverter e empatou por 1 a 1.

O XV foi campeão em 2016 quando superou a Ferroviária: 2 a 0 em casa; derrota por 3 a 1 em Araraquara e vitória nos pênaltis. O time era comandado por Cléber Gaúcho.

Desde então o XV apresenta altas e baixas em um torneio que dá vaga para o Campeonato Brasileiro da Série D ao campeão e na Copa do Brasil para o vice.

Um ano depois de ser campeão, o XV caiu nas semifinais de 2017 sendo superado pela Inter de Limeira (2x1 no Barão para o XV; mesmo placar para a Inter em Limeira e com os anfitriões se classificando nos pênaltis). Em 2018 o XV parou na segunda fase ainda de grupos. No ano seguinte, São Caetano campeão e XV o vice; em 2020 o XV parou nas semifinais sendo superado pelo Marília.

O técnico Luciano Dias aposta, além de sua equipe, na força das arquibancadas. “Estamos levando a decisão para casa diante do nosso torcedor, que é onde a gente tem que ter uma performance melhor e com certeza teremos”, afirmou após o jogo no ABC onde ele viu um time abaixo da média.

O treinador deve manter a escalação que entrou no ABC: Belliato; Juninho, Rodrigo Sam, Maurício Ramos e Kaíke; Parrudo, Paraíba e Léo Ceará; Carlos Alberto, Lúcio Flávio e Franklin.

Felipe Gema, criador da Torcida Esquadrão, lembra da perda do título em 2019 e vê o jogo de hoje como o momento de dar o troco. “É a oportunidade da revanche em casa após tanto tempo longe das arquibancadas”, afirmou.

Os ingressos custam R$ 60, R$ 50 e R$ 40 e a entrada é condicionada à apresentação da carteirinha com as duas doses da vacina contra a Covid-19. A venda é até as 15h nas bilheterias do Barão. Mais informações: www.xvpiracicaba.com.br.