Últimas Notícias
POLÍTICA
Perdemos cedo demais um jovem talento da política, diz Skaf sobre morte de Covas
O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, manifestou pesar sobre a morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), dizendo que o País perde cedo demais um jovem talento da política brasileira

Por Estadão Conteúdo

Crédito: Divulgação/Internet

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, manifestou pesar sobre a morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), dizendo que o País perde cedo demais um jovem talento da política brasileira. "Assim como seu avô, o governador Mario Covas, lutou bravamente pela vida e honrou o mandato que recebeu do povo paulistano até o final, sempre com altivez."

Skaf declarou que fica o exemplo de transparência e garra com que o prefeito enfrentou a doença, além do espírito público com o qual serviu a sociedade nos vários cargos que ocupou em sua breve e produtiva trajetória. "Quero expressar à família e aos amigos meus mais profundos sentimentos", completa, em nota.

Covas morreu na manhã deste domingo aos 41 anos. Ele lutava desde novembro de 2019 contra um câncer que, inicialmente, atingiu o trato digestivo. Nas últimas semanas, exames detectaram novos tumores no fígado, na estrutura da bacia e na coluna vertebral.