Últimas Notícias
ECONOMIA
Petrobras diz que manterá ritmo de reajustes e que não há frequência definida
A Petrobras manterá o ritmo de reajuste de preços dos seus combustíveis, adotado atualmente, segundo o diretor de Comercialização e Logística da empresa, Cláudio Mastella

Por Estadão Conteúdo

Crédito: Divulgação/Internet

A Petrobras manterá o ritmo de reajuste de preços dos seus combustíveis, adotado atualmente, segundo o diretor de Comercialização e Logística da empresa, Cláudio Mastella. "Não haverá mudança. A partir da observação de participação de mercado e competitividade vamos definir os preços. Não teremos uma frequência definida. Buscaremos competitividade e sustentabilidade do negócio", afirmou.

Em teleconferência com analistas de mercado, o executivo destacou que a Petrobras já adotou prazos mais curtos e mais longos de reajustes. Agora, está numa fase intermediária e deve se manter neste patamar.

A política de reajustes de preço é tema de preocupação do mercado financeiro, atento a possíveis mudanças implementadas pelo novo comando da companhia.

A indicação de Mastella, no entanto, é que não haverá mudança.