Últimas Notícias
ECONOMIA
Petrobras: Ebitda no 1TRI21 é de R$ 48,94 bi, alta de 30,5% ante 1TRI20
Com o petróleo em alta e as vendas crescendo, o Ebitda da Petrobras no primeiro trimestre deste ano, de R$ 48,94 bilhões, representou um avanço de 30,5% sobre igual período do ano passado e de 4,1% em relação ao quarto trimestre de 2020

Por Estadão Conteúdo

Crédito: Divulgação/Internet

Com o petróleo em alta e as vendas crescendo, o Ebitda da Petrobras no primeiro trimestre deste ano, de R$ 48,94 bilhões, representou um avanço de 30,5% sobre igual período do ano passado e de 4,1% em relação ao quarto trimestre de 2020.

Em sua contabilidade, a Petrobras utilizou uma cotação média de Brent de US$ 60,90 por barril e câmbio de R$ 5,47.

As receitas de venda, de R$ 86,17 bilhões foram 14,2% maiores do que no primeiro trimestre do ano passado e 14,9% acima do quarto trimestre de 2020, e ajudaram a empresa a engordar o caixa. O comércio de óleo diesel foi o que mais contribuiu. A venda do combustível cresceu 39,6% comparado a igual período do ano passado e 26,7% ante o quarto trimestre. O valor total comercializado foi de R$ 25,16 bilhões.

Ao todo, a empresa arrecadou R$ 52 bilhões com a venda de derivados. O conjunto dos seus produtos gerou receita de R$ 86,17 bilhões, dos quais R$ 62,28 bilhões apenas no mercado interno.

Já o endividamento líquido, no primeiro trimestre, caiu de US$ 63,17 bilhões para US$ 58,42 bilhões, retração de 7,5% em comparação ao fechamento do ano passado. Frente a igual período do ano anterior, a queda foi de 20,1%.