Últimas Notícias
ECONOMIA
Índice de Confiança do Empresário Industrial sobe 4,8 pontos em maio, diz CNI
Depois de quatro meses de pessimismo, o industrial brasileiro voltou a registrar confiança em maio. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), alcançou 58,5 pontos em maio, uma alta de 4,8 pontos em relação a abril

Por Estadão Conteúdo

Crédito: Divulgação/Internet

Depois de quatro meses de pessimismo, o industrial brasileiro voltou a registrar confiança em maio. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), alcançou 58,5 pontos em maio, uma alta de 4,8 pontos em relação a abril. Pela metodologia da pesquisa, números acima de 50 pontos indicam confiança.

"De janeiro a abril de 2021 o índice acumulou queda de 9,4 pontos. Com o resultado de maio, mais de metade dessa queda é revertida", observa a confederação.

Em relação a maio de 2020 - quando a pandemia do coronavírus havia começado há pouco no Brasil e as incertezas eram altas - houve um aumento de 23,8 pontos.

A avaliação do empresário em relação às condições atuais, em comparação com os últimos seis meses, subiu 5,3 pontos, para 50,2 pontos. Como está acima de 50 pontos, o número indica uma percepção positiva.

Em relação à percepção das condições atuais das empresas, o indicador passou de 47,6 para 52,5, portanto, positivo. Já a avaliação da economia brasileira continua negativa, indo de 39,5 em abril para 45,8 em maio.

O índice de expectativas para os próximos meses é positivo, avançando para 62,6 pontos (+4,5 pontos). Em relação à economia brasileira nos próximos seis meses, o indicador está em 58,3 pontos. Já a confiança na própria empresa nos próximos seis meses ficou em 64,7 pontos.