Últimas Notícias
INTERNACIONAL
Irã supera as 70.000 mortes por covid-19
Irã, o país do Oriente Médio mais afetado pela pandemia de coronavírus, superou a marca dos 70.000 mortos, segundo dados oficiais publicados nesta segunda-feira (26), que indicam também um recorde nacional de mortes em 24 horas

Por AFP

Crédito: Divulgação/Internet

Irã, o país do Oriente Médio mais afetado pela pandemia de coronavírus, superou a marca dos 70.000 mortos, segundo dados oficiais publicados nesta segunda-feira (26), que indicam também um recorde nacional de mortes em 24 horas.

A epidemia deixou até o momento 70.070 mortes em mais de 2,4 milhões de casos, de acordo com um comunicado do ministério iraniano da Saúde.

O Irã enfrenta desde o final de março uma nova onda de casos, muito mais contagiosa que as anteriores.

Nas últimas 24 horas, 496 pessoas morreram pelo vírus, um número que supera o saldo de 486 óbitos em um só dia registrado em meados de novembro, diz o comunicado.

No entanto, as autoridades de saúde reconhecem que os dados oficiais estão subestimados.

Mais de 300 cidades iranianas, entre elas Teerã, estão classificadas como "vermelhas", as de maior risco epidemiológico, o que impõe o cancelamento de todas as atividades comerciais não essenciais.

O Irã nunca impôs um confinamento generalizado aos seus 82 milhões de habitantes e sua campanha de vacinação, iniciada em fevereiro, não avança tão rápido como as autoridades planejaram.

Segundo o ministério da Saúde, mais de 824.000 doses já foram administradas. As autoridades esperam também a produção de uma ou várias vacinas a nível local.

ap/hj/tjc/mb/aa