Últimas Notícias
ECONOMIA
Brexit pode limitar recuperação econômica do Reino Unido, avalia ING
A economia do Reino Unido deverá se recuperar em 2021, à medida que restrições motivadas pela covid-19 forem relaxadas, mas discussões comerciais pós-Brexit provavelmente limitarão o crescimento, avalia o ING, após a publicação de dados de atividade (PMIs) britânicos mais animadores

Por Estadão Conteúdo

Crédito: Divulgação/Internet

A economia do Reino Unido deverá se recuperar em 2021, à medida que restrições motivadas pela covid-19 forem relaxadas, mas discussões comerciais pós-Brexit provavelmente limitarão o crescimento, avalia o ING, após a publicação de dados de atividade (PMIs) britânicos mais animadores.

O PMI composto do Reino Unido subiu de 56,4 em março para 60 em abril, segundo prévia divulgada mais cedo, com a leitura acima de 50 apontando expansão da atividade. No entanto, a pesquisa da IHS Markit também mostrou exportações contidas e custos mais elevados em meio a divergências comerciais ligadas ao Brexit.

"Embora a perspectiva econômica mais ampla para 2021 pareça bastante positiva, o empecilho das novas regras comerciais deverá persistir, em especial porque o Reino Unido ainda está para implementar processos alfandegários completos", diz James Smith, economista do ING para mercados desenvolvidos.