Últimas Notícias
INTERNACIONAL
Uma Cúpula Ibero-Americana única em plena pandemia
A Cúpula Ibero-americana que acontecerá na quarta-feira (21) será muito singular: pela primeira vez em três décadas, esta reunião terá lugar no pequeno Estado europeu de Andorra e, devido à pandemia, quase todos os líderes participarão por videoconferência

Por AFP

Crédito: Divulgação/Internet

A Cúpula Ibero-americana que acontecerá na quarta-feira (21) será muito singular: pela primeira vez em três décadas, esta reunião terá lugar no pequeno Estado europeu de Andorra e, devido à pandemia, quase todos os líderes participarão por videoconferência.

Estas são as chaves deste encontro de chefes de Estado e de Governo da América Latina e da Península Ibérica.

Microestado aninhado na cordilheira dos Pirineus, entre a Espanha e a França, Andorra será a sede da Cúpula Ibero-americana pela primeira vez.

Na plenária, na tarde de quarta-feira, participará Xavier Espot, chefe de Governo do Principado de Andorra, um território de menos de 500 km2 com 77.000 habitantes, cuja língua oficial é o catalão.

A administração deste país, que vive principalmente do turismo, é partilhada pelo bispo de Urgel, município da região espanhola da Catalunha na fronteira com Andorra, e pelo presidente da França.

A plenária do encontro acontecerá em um hotel de Soldeu, localidade conhecida pelas suas pistas de esqui, enquanto o encontro empresarial prévio, entre segunda e terça-feira, terá será celebrado na capital, Andorra-a-Velha.

Devido à pandemia do coronavírus, que restringe viagens e reuniões internacionais, quase todos os líderes latino-americanos participarão da cúpula virtualmente.

Só estarão presentes em Andorra os presidentes da Guatemala e da República Dominicana, pois seus países são as sedes das cúpulas anterior e da próxima, e os chefes de Governo de Andorra, Portugal e Espanha, assim como o rei deste último país, Felipe VI.

As autoridades andorranas tomaram precauções extremas, exigindo testes PCR negativos das delegações e jornalistas, que também farão testes rápidos in situ para evitar infecções.

Os eventos e coletivas de imprensa terão uma capacidade muito reduzida.

Esta cúpula, que inicialmente teria o lema "Inovação para o desenvolvimento sustentável", ao qual se agregou "Ibero-América diante do desafio do coronavírus", deveria ter ocorrido em novembro de 2020, mas foi adiada devido à pandemia.

As cúpulas são realizadas a cada dois anos, mas a próxima ainda está programada para a República Dominicana em 2022, quando a região espera que a situação da saúde esteja melhor.

O encontro de Andorra servirá também para marcar 30 anos de cúpulas ibero-americanas, já que este fórum de debate político de alto nível foi inaugurado em julho de 1991, com uma primeira reunião em Guadalajara, no México.