Últimas Notícias
INTERNACIONAL
Biles, Duplantis, Nadal, Ledecky: estrelas a 100 dias dos Jogos Olímpicos
De Simone Biles a Rafael Nadal e de Armand Duplantis a Katie Ledecky, confira como estão os atletas apontados como as estrelas dos Jogos de Tóquio, a 100 dias da abertura oficial do maior evento esportivo do mundo?A ginasta americana Simone Biles é considerada o principal nome dos Jogos de Tóquio

Por AFP

Crédito: Divulgação/Internet

De Simone Biles a Rafael Nadal e de Armand Duplantis a Katie Ledecky, confira como estão os atletas apontados como as estrelas dos Jogos de Tóquio, a 100 dias da abertura oficial do maior evento esportivo do mundo?

A ginasta americana Simone Biles é considerada o principal nome dos Jogos de Tóquio. Sua história pessoal e seu desempenho público após a revelação do "caso Nassar" (atos de violência sexual dentro da equipe americana, dos quais ela também foi vítima) deram a ela uma projeção que transcende os limites de seu esporte.

Até o início dos Jogos Olímpicos, a quatro vezes medalhista de ouro no Rio-2016 pretende participar de três competições entre maio e junho, todas nos Estados Unidos.

Em 2019, Biles tornou-se a ginasta com mais medalhas em Copas do Mundo (entre homens e mulheres), com 25, sendo 19 de ouro.

Em Tóquio, ela buscará outro recorde, o maior número de títulos olímpicos na ginástica (9), conquistado por Larissa Latynina entre os anos 1950-1960, então representando a União Soviética. Biles vai participar de seis provas na capital japonesa.

A pergunta que fica no ar é se a ginasta de 24 anos vai se aposentar depois do evento no Japão.

"Cecile e Laurent (seus treinadores desde 2017) são franceses, então eles fizeram uma chantagem emocional contra mim" para estar nos Jogos Paris-2024, afirmou a atleta nascida no estado dos Texas na semana passada.

Com apenas 21 anos, o recordista mundial de salto com vara (6,18 metros), Armand Duplantis, será o grande favorito na competição olímpica, na qual terá a companhia do veterano francês Renaud Lavillenie (34 anos) e dos americanos (Sam Kendricks, Chris Nilsen e KC Lightfoot).

O prodígio sueco começou o ano com grandes expectativas. Dominou a temporada em pista coberta ultrapassando a marca dos seis metros em quatro torneios e detém a melhor marca do ano (6,10 metros).

Também aproveitou o início de 2021 para aumentar seu recorde, com um título de campeão europeu indoor em Torun (Polônia).

Dois veteranos do tênis, mas com expectativas renovadas: Rafael Nadal e Roger Federer, de 34 e 39 anos, buscarão o ouro em Tóquio.

Nadal já conseguiu isso na categoria individual em Pequim-2008, mas Federer ainda não. O suíço conquistou na China uma medalha de ouro, mas nas duplas, ao lado de Stan Wawrinka.