Últimas Notícias
INTERNACIONAL
Confinamento em Mumbai para combater nova onda de covid na Índia
O estado de Maharashtra e sua capital Mumbai, epicentro do coronavírus na Índia, entraram neste sábado (10) em um confinamento de fim de semana, enquanto o país luta contra uma nova onda de contágios e a escassez de vacinas e leitos de hospital

Por AFP

Crédito: Divulgação/Internet

O estado de Maharashtra e sua capital Mumbai, epicentro do coronavírus na Índia, entraram neste sábado (10) em um confinamento de fim de semana, enquanto o país luta contra uma nova onda de contágios e a escassez de vacinas e leitos de hospital.

Depois de baixar a guarda e permitir festas religiosas com multidões, comícios e partidas de críquete com espectadores, a Índia vive uma nova onda com cerca de um milhão de novos casos na última semana.

Depois que o confinamento há um ano causou uma pobreza generalizada e uma enorme crise econômica, o governo central tenta evitar a todo custo outro confinamento, muito impopular.

No entanto, muitos estados estão pressionando para que isso aconteça, especialmente Maharashtra e sua capital Mumbai, onde os restaurantes estão fechados e as reuniões públicas de mais de cinco pessoas foram proibidas.

Todos os finais de semana, até o final de abril, os 125 milhões de habitantes do estado terão que ficar confinados em suas casas, exceto para comprar comida, remédios ou para viajar.

A campanha de vacinação dos 1,3 bilhão de habitantes da Índia também está tendo problemas. O país administrou apenas 94 milhões de vacinas e os imunizantes estão se esgotando, segundo as autoridades locais.

A Índia anunciou neste sábado 145.000 novos casos de coronavírus, um novo recorde que eleva o total a 13,2 milhões, com 170.000 mortes. No entanto, as taxas per capita são menores que as de muitos outros países.

burs-abh-str-stu/jfx/pc/tjc/aa