Últimas Notícias
INTERNACIONAL
Assessora de Biden para a fronteira com México deixará cargo no fim do mês
A principal funcionária do governo americano para assuntos de fronteira com o México, onde as autoridades procuram conter uma onda de imigrantes sem documentos, deixará o cargo no final do mês, informou a Casa Branca nesta sexta-feira (9)

Por AFP

Crédito: Divulgação/Internet

A principal funcionária do governo americano para assuntos de fronteira com o México, onde as autoridades procuram conter uma onda de imigrantes sem documentos, deixará o cargo no final do mês, informou a Casa Branca nesta sexta-feira (9).

Roberta Jacobson, a coordenadora da Fronteira Sudoeste no Conselho de Segurança Nacional do presidente Joe Biden, sairá "no final deste mês", disse o assessor de Segurança Nacional, Jake Sullivan, em um comunicado.

Sullivan informou que Jacobson, uma ex-embaixadora no México com vasta experiência diplomática na América Latina, havia prometido permanecer no cargo apenas pelos primeiros 100 dias do mandato de Biden, que se cumprem em 30 de abril.

Sua saída ocorre em um momento em que as prisões de migrantes sem documentos na fronteira com o México, a grande maioria centro-americanos, chegaram a 71% em março, atingindo o maior nível em 15 anos, e quando o número de menores desacompanhados registrou um aumento de 100% em um mês.

Isso cria um desafio crescente para o governo Biden, que enfrenta críticas da oposição republicana de que perdeu o controle da situação.

Jacobson foi incumbida de lidar com os governos dos países do chamado Triângulo Norte da América Central, que compreendem Guatemala, Honduras e El Salvador.

Mas, há duas semanas, Biden encarregou a vice-presidente Kamala Harris de todo o trabalho do governo na migração, incluindo a supervisão dos secretários de segurança interna, Alejandro Mayorkas, e de saúde, Xavier Becerras, ambos funcionários hispânicos.

Sullivan destacou a "contribuição inestimável" de Jacobson.

Ela sairá "tendo moldado nossa relação com o México como parceiro igualitário, tendo lançado nossos esforços renovados com as nações do Triângulo Norte (...) e tendo ressaltado o compromisso deste governo com a revitalização do sistema de imigração dos Estados Unidos", destacou.

A entrada de Harris em um tema politicamente delicado é "uma prova da importância que este governo atribui à melhoria das condições na região", ressaltou Sullivan.

sms-ad/dg/bn/am

HARRIS