Últimas Notícias
ECONOMIA
Banco Mundial defende vacinação universal para recuperação da economia global
Em discurso após a Reunião de Primavera, o presidente do Banco Mundial, David Malpass, reforçou a importância da vacinação contra o coronavírus para a recuperação da economia global

Por Estadão Conteúdo

Crédito: Divulgação/Internet

Em discurso após a Reunião de Primavera, o presidente do Banco Mundial, David Malpass, reforçou a importância da vacinação contra o coronavírus para a recuperação da economia global. Segundo ele, para melhorar o acesso de países em desenvolvimento aos imunizantes, a comunidade internacional precisa garantir o aumento da produção e melhorar a transparência sobre os contratos entre farmacêuticas e governos.

"Nosso braço de desenvolvimento do setor privado tem US$ 4 bilhões disponível por meio de sua plataforma de saúde global para ajudar fabricantes a produzirem vacinas, apoiar a produção de equipamentos médicos essenciais e fortalecer serviços sanitários", disse Malpass, no evento.

Ele acrescentou que, à medida que retornem ao crescimento sustentável, os governos continuarão enfrentando "intensas" pressões fiscais. "Eles precisarão priorizar investimentos mais inteligentes em pessoas que tragam dividendos para o futuro", destacou.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, que participou do mesmo evento, defendeu a solidariedade global na distribuição de vacinas. Ele alertou para o risco de que as variantes do vírus reduzam a eficácia dos imunizantes. "Muitos países estão avançando para nacionalização de vacinas", disse, acrescentando que o mundo não derrotará vírus em um mundo dividido.