Últimas Notícias
GERAL
Covid: mesmo com alta de casos, Rio libera funcionamento de bares e restaurantes
Após um período de medidas restritivas mais intensas para tentar conter o avanço do coronavírus, a Prefeitura do Rio decidiu flexibilizá-las

Por Estadão Conteúdo

Crédito: Divulgação/Internet

Após um período de medidas restritivas mais intensas para tentar conter o avanço do coronavírus, a Prefeitura do Rio decidiu flexibilizá-las. O prefeito Eduardo Paes (DEM) anunciou na manhã desta sexta-feira, 9, que bares e restaurantes poderão abrir na capital fluminense, mas devem encerrar as atividades às 21h.

As proibições nas praias seguem valendo. Banhistas não podem permanecer na areia, exercer atividade comercial ou praticar esportes coletivos. Os quiosques da orla, no entanto, seguirão as regras de bares e restaurantes. O mesmo vale para outros tipos de locais, como clubes, museus, cinemas e pontos turísticos, por exemplo. Já o comércio pode abrir entre 10h e 18h.

Outras atividades seguem proibidas: boates, feiras especiais, rodas de samba, parques, cachoeiras e festas em locais públicos ou privados. Também continua em vigor a medida que proíbe a permanência nas ruas entre 23h e 5h.

Segundo a Prefeitura, a pausa emergencial promovida pela antecipação de feriados começa a dar sinais positivos na rede de atendimento do município. A expectativa é que os números melhorem nos próximos dias.

Mortes

O Estado do Rio de Janeiro registrou 375 mortes por covid-19 e 5.182 novos casos da doença no período de 24 horas, segundo boletim divulgado na tarde dessa quinta-feira, 8, pela Secretaria Estadual de Saúde. Até agora, 38.657 pessoas morreram em função do coronavírus no Estado do Rio, que registra 671.207 casos da doença. A capital concentra tanto o maior número de mortes (21.436) como o maior número de casos no Estado (235.005).