Últimas Notícias
INTERNACIONAL
ONU preocupada com destino da princesa Latifa, filha do soberano de Dubai
O Escritório do Alto Comissariado para os Direitos Humanos expressou nesta sexta-feira (9) sua profunda preocupação com o destino da princesa Latifa, filha do soberano de Dubai que diz que está presa contra sua vontade

Por AFP

Crédito: Divulgação/Internet

O Escritório do Alto Comissariado para os Direitos Humanos expressou nesta sexta-feira (9) sua profunda preocupação com o destino da princesa Latifa, filha do soberano de Dubai que diz que está presa contra sua vontade.

A ONU teme pela sua saúde e não recebeu nenhuma prova de vida que pediu há vários meses.

"Estamos muito preocupados" com o destino de Latifa e de sua irmã Shamsa, disse Marta Hurtado, porta-voz do Escritório do Alto Comissariado, em coletiva de imprensa da ONU en Genebra.

Ela informou que o Escritório do Alto Comissariado ainda não recebeu "provas de vida".

A porta-voz também destacou as conversas entre o Escritório do Alto Comissariado e os representantes dos Emirados Árabes Unidos em Genebra, e que o princípio de um encontro foi aprovado para falar do destino da princesa Latifa e de sua irmã, mas que ainda não há uma data para o encontro.

As Nações Unidas informaram em 19 de fevereiro que pediram aos Emirados Árabes Unidos provas de vida da princesa de 35 anos, filha de Mohamed Bin Rached Al-Maktum, líder do emirado de Dubai e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos.

A jovem tentou em vão escapar deste emirado do Golfo em um barco em 2018, antes de ser devolvida.

Seus familiares divulgaram vídeos nos quais ela afirma que está presa em um "quarto transformado em prisão" com janelas trancadas e vigiada por policiais. Eles afirmam que não sabem nada sobre ela.

Segundo a rede pública britânica BBC, os vídeos foram gravados cerca de um ano depois de sua tentativa frustrada de fuga.

No mesmo 19 de fevereiro, a embaixada dos Emirados Árabes Unidos em Londres emitiu um comunicado no qual afirmava que "sua família confirma que sua Alteza é atendida em sua casa, com o apoio de seus familiares e de profissionais da saúde. Seu estado continua melhorando e esperamos que retome sua vida pública no devido tempo".

Sua irmã mais velha, a princesa Shamsa, também tentou fugir em agosto de 2000 enquanto estava de férias na Inglaterra.

Segundo o relato de sua irmã Latifa, a jovem foi encontrada depois de dois meses de fuga "drogada", foi levada a Dubai e "trancada". Agora tem 39 anos e desde então não foi vista novamente.

vog/ia/mab/eg/aa