Últimas Notícias
INTERNACIONAL
Olympique de Marselha sofre primeira derrota com Sampaoli: 3 a 0 para o Nice
Após duas vitórias nos dois primeiros jogos no cargo, Jorge Sampaoli não superou o terceiro obstáculo: o técnico argentino sofreu a primeira derrota no comando do Olympique de Marselha ao perder por 3 a 0 fora de casa para o Nice, neste sábado, pela 30ª rodada da Ligue 1

Por AFP

Crédito: Divulgação/Internet

Após duas vitórias nos dois primeiros jogos no cargo, Jorge Sampaoli não superou o terceiro obstáculo: o técnico argentino sofreu a primeira derrota no comando do Olympique de Marselha ao perder por 3 a 0 fora de casa para o Nice, neste sábado, pela 30ª rodada da Ligue 1.

Khéphren Thuram (34 minutos), Amine Gouiri (74) e Alexis-Claude Maurice (90 + 1) marcaram os gols da vitória do Nice.

"No segundo tempo perdemos o espírito coletivo e entramos em uma espécie de anarquia no jogo. Cometemos erros e o segundo gol dele mudou o jogo", lamentou Sampaoli, após o jogo.

O ex-técnico das seleções do Chile e da Argentina chegou à França no dia 2 de março e após cumprir o isolamento obrigatório contra a pandemia do coronavírus conseguiu fazer sua estreia à beira do gramado com o OM no dia 10 de março, em uma vitória dramática por 1 a 0 sobre o Rennes, com um gol aos 88 minutos.

O triunfo sobre o Brest (3-1) também foi suado, com dois gols nos minutos finais (88 e 90 + 2), e com isso o Olympique de Marselha, conseguiu emendar duas vitórias consecutivas pela primeira vez desde dezembro.

Mas o "efeito Sampaoli" nos resultados não durou muito mais e, depois desses dois grandes resultados em casa, veio este revés no primeiro jogo fora com o novo treinador.

Florian Thauvin e Arkadiusz Milik tabelaram muito, mas não conseguiram finalizar bem suas jogadas.

O argentino Darío Benedetto conseguiu marcar para o Olympique, mas seu gol foi anulado por impedimento aos 86 minutos.

"Temos de fazer melhor se quisermos vencer. O nosso primeiro tempo foi bom, mas nos faltaram os gols, embora tenhamos criado chances. Na segunda etapa não fomos bem", lamentou o zagueiro espanhol do Marselha, Álvaro González, em entrevista ao Canal Plus.

O OM continua em sexto, mas vê o Rennes (7º), com um ponto a menos, se aproximar, depois de vencer por 3 a 1 o Metz (8º) como visitante, no outro jogo deste sábado.

Se as dúvidas voltaram ao Olympique de Marselha pouco antes do intervalo para os jogos das seleções, no Rennes a tendência é diferente já que o time bretão emendou duas vitórias consecutivas com seu novo treinador, Bruno Genesio.

Uma semana após o triunfo por 1 a 0 sobre o Strasbourg, o Rennes venceu desta vez com gols de Jeremy Doku (17, Martin Terrier (37 de pênalti) e Sehrou Guirassy (88), enquanto Papa Ndiaga Yade (90) descontou para o Metz.

Quando estava 2 a 0 para o Rennes, Jeremy Doku foi expulso, mas sua equipe manteve a calma e não chegou a sofrer em nenhum momento.

"Estou satisfeito por vários motivos, pelos três pontos, pelo jogo mostrado no primeiro tempo e pelo nosso comportamento quando ficamos com dez. Só lamento termos sofrido aquele gol no final do jogo. Sabemos que temos que nos manter focados depois de marcar", avaliou Genesio, que assumiu o comando do Rennes no início deste mês.