Últimas Notícias
INTERNACIONAL
Quatro civis e oito soldados morrem em um ataque atribuído ao Al-Qaeda no Iêmen
Vários homens armados supostamente membros da organização extremista Al-Qaeda mataram oito soldados e quatro civis nesta quinta-feira (18) em um ataque realizado no sul do Iêmen, país devastado pela guerra, informaram fontes do governo à AFP

Por AFP

Crédito: Divulgação/Internet

Vários homens armados supostamente membros da organização extremista Al-Qaeda mataram oito soldados e quatro civis nesta quinta-feira (18) em um ataque realizado no sul do Iêmen, país devastado pela guerra, informaram fontes do governo à AFP.

O ataque teve como alvo um ponto de controle responsável pelo braço armado do Conselho de Transição do Sul (STC), um movimento separatista próximo aos Emirados Árabes Unidos e aliado do poder iemenita em sua guerra contra os houthis, rebeldes vindos do norte e apoiados pelo Irã.

"Um grupo de homens armados atacou um ponto de controle na passagem de um veículo civil. Oito soldados (das forças separatistas) e quatro civis morreram", disseram essas fontes à AFP.

Os agressores, segundo essas fontes, "fugiram para um destino desconhecido" e poderiam pertencer ao Al-Qaeda na península arábica (Aqpa), o braço iemenita do grupo extremista.

Antes muito poderosa, a Aqpa perdeu força nos últimos anos com a intervenção militar em 2015 de uma coalizão liderada pela Arábia Saudita que inclui os Emirados Árabes Unidos, país especialmente tomado como alvo pelos extremistas islâmicos.

Esta coalizão apoia o governo e seus aliados contra os houthis, em um conflito que mergulhou o Iêmen, um país já muito pobre, no maior desastre humanitário do mundo, segundo a ONU.

bur-faw/mah/aem/bfi/bl/mar/aa