Últimas Notícias
GERAL
Vacina não está ligada a aumento de quadros tromboembólicos, diz agência europeia
A Agencia de Medicamentos Europeia (EMA, na sigla em inglês) concluiu que a vacina da AstraZeneca é segura e eficaz, e que os benefícios do produto ainda superam os possíveis riscos

Por Estadão Conteúdo

Crédito: Divulgação/Internet

A Agencia de Medicamentos Europeia (EMA, na sigla em inglês) concluiu que a vacina da AstraZeneca é segura e eficaz, e que os benefícios do produto ainda superam os possíveis riscos. Em coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, a diretora executiva do órgão regulador, Emer Cooke, afirmou que não há evidência que aponte o imunizante como responsável pelos quadros tromboembólicos e casos de formação de coágulos sanguíneos em pessoas que receberam a vacina da farmacêutica britânica.

"Cerca de 100 mil pessoas na Europa desenvolvem coágulos todos os anos. Não há nada que demonstre um aumento de casos deste tipo por conta da vacina da AstraZeneca", esclareceu a chefe do Comitê de Avaliação de Risco de Farmacovigilância da EMA, Sabine Strauss.

Segundo ela, apenas 25 casos de possíveis efeitos colaterais graves foram analisados pelo comitê, dentre cerca de 20 milhões de pessoas que foram vacinados com o imunizante da AstraZeneca na União Europeia.

O comitê está analisando hipóteses quanto aos casos registrados na Europa, que podem ter sido causados pelo próprio coronavírus, de acordo com Strauss.

A especialista ressaltou, porém, que ainda há algumas incertezas quanto à vacina da AstraZeneca, relacionadas a casos raros de coágulos sanguíneos em pacientes com baixos níveis de plaquetas no sangue.