Últimas Notícias
INTERNACIONAL
Mais de 5 milhões de pessoas vivem em insegurança alimentar no nordeste da Nigéria
As Nações Unidas solicitaram nesta terça-feira(16) um bilhão de dólares para responder à crise humanitária no nordeste da Nigéria, onde mais de cinco milhões de pessoas vivem em insegurança alimentar, após 12 anos de conflito jihadista

Por AFP

Crédito: Divulgação/Internet

As Nações Unidas solicitaram nesta terça-feira(16) um bilhão de dólares para responder à crise humanitária no nordeste da Nigéria, onde mais de cinco milhões de pessoas vivem em insegurança alimentar, após 12 anos de conflito jihadista.

"A insegurança e a violência constantes, junto com as mudanças climáticas e as consequências da crise da covid-19, aumentaram o número de pessoas dependentes de ajuda humanitária para nove milhões", informou a ONU em um comunicado publicado nesta terça.

"Quase dois milhões de pessoas estão deslocadas e ainda não podem regressar às suas casas e 5,1 milhões estão em situação de insegurança alimentar neste período", alerta a ONU, destacando que estes são "os piores números registados nos últimos quatro anos".

A crise humanitária e de segurança no nordeste da Nigéria é uma das mais graves do mundo.

Os grupos jihadistas Boko Haram e o Estado Islâmico da África Ocidental (Iswap) estão envolvidos em um conflito sangrento com os militares nigerianos e milhões de pessoas vivem em acampamentos insalubres, dependentes de ajuda humanitária.

A Nigéria, com 200 milhões de habitantes e o principal produtor de petróleo da África, enfrenta uma grave situação social e de segurança.

lhd-spb/ayv/mis/mb/jc/mvv