Últimas Notícias
ECONOMIA
Aneel aprova reajuste médio de 9,95% para clientes da CPFL Santa Cruz
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 16, um reajuste de, em média, 9,95% nas tarifas da CPFL Santa Cruz

Por Estadão Conteúdo

Crédito: Divulgação/Internet

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 16, um reajuste de, em média, 9,95% nas tarifas da CPFL Santa Cruz. Os novos valores entram em vigor na próxima segunda-feira, 22.

Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 18,27%, e para a baixa tensão, a alta será de 5,38%.

O reajuste diz respeito ao quinto ciclo de revisão tarifária, processo realizado pela Aneel para manter o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos das distribuidoras. A revisão é realizada periodicamente em intervalos de quatro anos.

A CPFL Santa Cruz atende a 460 mil unidades consumidoras em 45 municípios dos Estados de São Paulo, Paraná e Minas Gerais.

Segundo o voto do relator do processo, diretor Sandoval Feitosa, um dos fatores que contribuíram para o aumento das tarifas foi a alta do dólar, que impacta o valor da energia da hidrelétrica Itaipu Binacional.

Ele ressaltou, no entanto, que o reajuste não foi maior por conta do abatimento de créditos tributários cobrados indevidamente nas contas de luz, pelo uso de recursos da Conta-covid, e por diferimento tarifário proposto pela empresa.

"Se somar essas reduções ao aumento que está sendo proposto, de 9,95%, teríamos um cenário impraticável de aproximadamente 20% de reajuste", afirmou. A devolução dos recursos, estimados em R$ 50,1 bilhões, ainda está em discussão na agência.