Últimas Notícias
INTERNACIONAL
Militante de ultradireita compara vacina anticovid com gás usado pelos nazistas
A polícia austríaca abriu uma investigação depois da gravação de um vídeo em um campo de concentração por um militante de extrema direita que comparou as vacinas anticovid ao gás Zyklon B, usado para matar judeus e outras vítimas do nazismo

Por AFP

Crédito: Divulgação/Internet

A polícia austríaca abriu uma investigação depois da gravação de um vídeo em um campo de concentração por um militante de extrema direita que comparou as vacinas anticovid ao gás Zyklon B, usado para matar judeus e outras vítimas do nazismo.

"Um membro da formação Alternativa para a Alemanha (AfD), originário da Baviera, gravou um vídeo no Memorial de Mauthausen no sábado e o colocou online", disse o porta-voz David Furtner à AFP nesta segunda-feira(8).

Na gravação, ele compara as vacinas da AstraZeneca e da Pfizer/BioNTech aos pesticidas usados nas câmaras de gás dos centros de extermínio.

Ele também disse que "espera que ninguém pense em criar campos de concentração aqui novamente, mesmo para pessoas que recusam a vacinação ou não querem fazer os testes".

Por meio de nota, a direção do local considerou que "a liberdade de expressão acaba quando os crimes do Nacional-Socialismo são banalizados e são feitas comparações historicamente indefensáveis com o regime de terror nazista".

"Rejeitamos firmemente este uso abusivo do memorial. O vídeo foi denunciado às autoridades competentes", declarou o Memorial de Mauthausen.

Uma investigação foi aberta pela polícia sob a lei austríaca que reprime qualquer atividade ou declaração inspirada no nazismo.

O incidente ocorreu em paralelo às investigações sobre os cinquenta manifestantes contrários ao uso de máscara que posaram, em 2 de janeiro, em frente a casa onde nasceu Adolf Hitler, em Braunau-am-Inn (norte). Alguns fizeram a saudação nazista.

A Áustria, um país de 8,9 milhões de habitantes, vive grandes protestos contra as medidas restritivas aplicadas pelo governo da coalizão conservadora-ambientalista para tentar conter a pandemia do coronavírus.

bg/anb/lpt/eg/tjc/jc/mvv