Últimas Notícias
INTERNACIONAL
Governo líbio pede voto de confiança do Parlamento eleito
O premier líbio designado pediu nesta segunda-feira aos deputados responsabilidade, e que deem o voto de confiança ao governo, que surgiu de um processo apoiado pela ONU e tenta tirar a Líbia do caos conduzindo o país até as eleições do fim de dezembro

Por AFP

Crédito: Divulgação/Internet

O premier líbio designado pediu nesta segunda-feira aos deputados responsabilidade, e que deem o voto de confiança ao governo, que surgiu de um processo apoiado pela ONU e tenta tirar a Líbia do caos conduzindo o país até as eleições do fim de dezembro.

Abdel Dbeibah se dirigia aos 132 deputados (de 188) da Câmara dos Representantes reunidos para uma sessão crucial consagrada ao voto de confiança. Seu governo tem até o dia 19 para ser aprovado pelo Parlamento, que se encontra dividido e se reuniu poucas vezes nos últimos anos.

Após três horas de debates, a sessão foi levantada até amanhã, para que Dbeibah possa responder perguntas dos parlamentares. Ele foi nomeado no começo de fevereiro para encaminhar uma transição até dezembro, mas conseguir um acordo parece difícil. O Governo de União Nacional (GNA), instalado desde 2016 em Trípoli e reconhecido pela ONU, nunca o obteve.

O multimilionário Abdel Dbeibah, 61, originário de Misrata, foi nomeado premier interino por 75 autoridades líbias de várias tendências reunidas em Genebra sob mediação da ONU, ao mesmo tempo que um Conselho Presidencial de três membros, dirigido por Mohamed Al-Manfi.

Caso conquiste a confiança dos deputados, Dbeibah terá que unificar as instituições do país petroleiro, mergulhado no caos desde a queda do regime de Muamar Khadafi, em 2011. Em caso contrário, a votação ficará nas mãos dos delegados das negociações interlíbias, processo pilotado pela ONU lançado em novembro passado em Túnis e colocado em prática em Genebra.

bur-hme-nd/rb/vg/gk/es/zm/eg/mb/lb