Últimas Notícias
INTERNACIONAL
Presidente de LaLiga descarta grandes contratações para a próxima temporada
O presidente de LaLiga, Javier Tebas, disse nesta terça-feira que não devem ser esperadas grandes transferências no mercado do verão europeu, devido à persistência das consequências da pandemia nos clubes

Por AFP

Crédito: Divulgação/Internet

O presidente de LaLiga, Javier Tebas, disse nesta terça-feira que não devem ser esperadas grandes transferências no mercado do verão europeu, devido à persistência das consequências da pandemia nos clubes.

"Não esperemos grandes operações no verão, não será um mercado agitado", disse Tebas durante a cerimônia de apresentação da revisão dos limites salariais da Liga espanhola após o fechamento do mercado de janeiro.

"Calculo que em duas temporadas o dinheiro voltará a ser administrado em transferências anteriores à covid-19", disse Tebas, que considera difícil para jogadores como Kylian Mbappé ou Erling Haaland se transferirem para LaLiga.

"Pode haver um caso específico, eu faço uma análise global e do ponto de vista global acho que é complicado", disse o presidente de LaLiga.

"O Real Madrid, que é o que mais se comenta sobre Mbappé, se seguirem os valores que têm de ser pagos ao PSG, faltando um ano para o fim de seu contrato, porque possivelmente vai esperar, essa é a realidade", disse.

Tebas lembrou que a crise gerada pela pandemia está afetando todas os times europeus, por isso é difícil chegar aos números que são levados em conta nos casos de Haaland ou Mbbappé.

"Os clubes estado são os únicos que poderiam dinamizar o mercado de uma forma maliciosa", disse Tebas, lembrando o Manchester City e o PSG.

"No futebol europeu é preciso calcular que há 8 bilhões de euros (9,6 bilhões de dólares) a menos no mercado. Se há 8 bilhões a menos é evidente que em geral as transações tendem a diminuir", disse Tebas.

"Que apareça um PSG ou uma City vou entender pelo doping financeiro que eles fazem, mas não vejo outras equipes comprando esses jogadores, a menos que haja jogos de permuta, mas os times alemães não entram nesse jogo, eu falo para Haaland, e o PSG já veríamos", concluiu o presidente da LaLiga.

"Que apareça um PSG ou um City vou entender pelo doping financeiro que eles exercem, mas não vejo outras equipes comprando esses jogadores, a menos que haja trocas, mas os times alemães não entram nesse jogo, eu falo pelo Haaland, e o PSG veríamos em breve", concluiu o presidente de LaLiga.

gr/pm/aam