Últimas Notícias
Os Três Mosqueteiros
Peça tem apresentação pelo Youtube às 15h

Por Da redação

Cena de Os Três Mosqueteiros - Um por Todos, Todos por Um

Crédito: Jefferson Pancieri

Cena de Os Três Mosqueteiros - Um por Todos, Todos por Um

Peste - Cia. Urbana de Teatro apresenta o espetáculo infantil Os Três Mosqueteiros – Um por Todos, Todos por Um, hoje (12), Dia das Crianças, às 15h, e nos dias 13, 14, 15 e 16/10, também às 15h, pelo canal da Semac no YouTube, com acesso grátis. As apresentações, uma parceria com a Secretaria Municipal da Ação Cultural (Semac), têm acesso gratuito, duração de 50 minutos e classificação livre (indicado para crianças a partir de 3 anos). Os Três Mosqueteiros foi contemplada pelo ProAC ICMS da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo.

A montagem – inspirada na obra de Alexandre Dumas – é uma divertida aventura de capa e espada, adaptada por Pamela Duncan, que também assina a direção, e por Flavio de Souza, notável criador das séries Castelo Rá-Tim-Bum e Mundo da Lua.

No enredo de Os Três Mosqueteiros, três jovens humildes – Musse (sapateiro), Champignon (poeta) e Garçom (faxineiro) – sonham em se tornarem mosqueteiros do reino. Eles são alegres, bastante atrapalhados e até ingênuos. Descobertos por Bafo, o ajudante fiel do vilão Roquefor, eles são nomeados mosqueteiros com a missão de proteger a princesa Chantili e o reino da França, mas tudo não passa de um plano mirabolante.

Percebendo que Roquefor pretende raptar a princesa, obrigá-la a se casar com Bafo e se apossar da fortuna do reino, os três mosqueteiros trapalhões lutam com suas espadas para salvar a princesa e expulsar o traidor. A trama é conduzida pelo papagaio narrador, o Petigatô, um boneco que permanece na área de encenação e tudo observa e tudo sabe.

A direção de Pamela Duncan é inspirada nos desenhos animados e na filmografia de Os Três Mosqueteiros (Alexandre Dumas, 1840-1844), amparada por uma intensa pesquisa bibliográfica sobre o autor e a obra, que incluiu ainda todos os filmes produzidos, as lutas de capa e espada e a estética da época junto aos movimentos artísticos de literatura e artes plásticas.

Os atores fizeram aulas de dança e de esgrima para desempenhar com presteza as cenas coreografadas de luta, e também laboratórios com filmes onde a espada, os movimentos e a postura dão o tom às cenas. A trilha sonora tem um papel fundamental para marcar de dar ritmo às cenas. O figurino e a maquiagem trazem a beleza e poesia da commedia dell'arte com a alegria das cores e babados, estimulando a fantasia e transportando o espectador para a história.

Acesse a peça: YouTube (https://www.youtube.com/channel/UCUi1yxZbnMOW20L2_Mz_BMw)