Últimas Notícias
COPINHA
XV na liderança da Copa Paulista
Alvinegro vence Audax e mantém 100% de aproveitamento na segunda rodada da Copinha

Por José Ricardo Ferreira

Lance de XV e Audax no Barão; time já está no alto da classificação da 
Copa Paulista após duas vitórias

Crédito: Mateus Medeiros/Gazeta de Piracicaba

Lance de XV e Audax no Barão; time já está no alto da classificação da Copa Paulista após duas vitórias

O XV de Piracicaba venceu nesta quarta-feira (11) o Audax Osasco por 3 a
1, pela segunda rodada da Copa Paulista, no estádio Barão da Serra
Negra. Com o triunfo, a equipe sob o comando do técnico Moisés Egert
chegou a sua segunda vitória consecutiva e assumiu a liderança do Grupo
3 da competição com seis pontos ganhos. O Alvinegro saiu na frente com
Mateus Silva aos 4' do 1º tempo. A equipe caiu de rendimento e
levou o empate ainda na etapa inicial, com Romarinho marcando aos 35'
para o Audax. Na etapa complementar, o XV voltou mais aceso e Jajá fez
aos 13 e 27 minutos. Com 100% de aproveitamento, o time volta a campo no
próximo sábado, também em casa, no clássico regional diante da Inter de
Limeira, às 15h.
O XV começou bem o jogo. Logo aos 4', Guilherme Garré cobrou falta e
Douglas Marques cabeceou. No rebote do goleiro Gabriel, Mateus Silva
mandou para as redes: XV 1 x 0.
Na frente do marcador, o XV diminuiu o ritmo e o Audax cresceu. Aos 16',
o visitante quase marcou. Ramires tabelou com Marcondeli, que chutou
colocado para boa defesa de Dida. Aos 36', Guilherme Garré finalizou e
Gabriel defendeu.
Com mais posse de bola, o Audax do técnico Max Sandro chegou ao empate
aos 35' ainda do primeiro tempo. A defesa alvinegra bateu cabeça e
Romarinho, oportunista, bateu firme e venceu Dida: 1 x 1.
O empate deu mais gás para o time da Grande São Paulo. O XV, por sua
vez, não conseguiu reagir para buscar o segundo gol na etapa inicial.
O XV voltou sem alterações no 2<SC210,186> tempo e logo no primeiro
minuto Fabinho quase marcou. Ele invadiu a área, mas o goleiro saiu em
seus pés e deu um tapa na bola.
Sob chuva e melhor no jogo, o XV não dava espaço para o Audax. Aos 11',
Tito serviu Garré, que bateu rasteiro para a defesa afastar.
De frente para o gol e sem marcação, Jajá soltou uma bomba de fora da
área no canto direito de João Gabriel aos 13': 2x1.
Aos 16', Garré alçou bola na área e Tito cabeceou com perigo para
Gabriel defender. O XV quase marcou aos 18'. Garré cobrou escanteio e
Douglas Marques cabeceou, assustando Gabriel, já batido.
Aos 24', Marcondeli recebeu de Henry e chutou colocado, mas Dida,
atento, defendeu sem rebote. Mas quem fez aos 27' foi o XV, e novamente
com Jajá. Em um contra-ataque, Garré viu Jajá em boas condições.
Novamente o atacante acertou um belo chute no ângulo: 3x1.
O XV continuou com fome de gol. Aos 29', Jajá cruzou da esquerda e Tito
bateu de primeira na grande área, mas a bola subiu um pouco. Aos 34',
Cleiton serviu Garré na marca do pênalti. O meia ajeitou e finalizou
próximo ao gol do goleiro do Audax. Aos 37’, Fabrício invadiu a área e
foi derrubado por Jonathan, mas a arbitragem interpretou como jogada
normal. O jogo terminou com o XV administrando a vantagem para depois do
apito final comemorar a invencibilidade na competição.
No Grupo 3, o XV lidera com seis pontos. Inter e Audax têm três pontos
cada e o Primavera ainda não pontuou.