Últimas Notícias
CONHEÇA OS CANDIDATOS
Professor Adelino quer transformar Piracicaba
Candidato do PT diz que Piracicaba precisa voltar a ser uma cidade pujante

Por Da Redação

Professor Adelino quer implantar plano para transformar Piracicaba em uma cidade modelo

Crédito: Divulgação

Professor Adelino quer implantar plano para transformar Piracicaba em uma cidade modelo

“A minha candidatura pelo Partido dos Trabalhadores não tem outro objetivo senão o de devolver à cidade a alegria, o orgulho e a esperança”. Assim o candidato Adelino Francisco de Oliveira, o Professor Adelino, resume porque é candidato a prefeito de Piracicaba. Ele enxerga muitos problemas existentes em Piracicaba, como a falta de água em bairros e deficiência do transporte público. “As nossas áreas prioritárias são a educação, a cultura, a saúde, a mobilidade, a segurança pública e a assistência”, aponta o candidato do PT. Professor Adelino é o entrevistado da série da Gazeta “Conheça os candidato”. Confira.
Estou certo de que o poder público municipal não vem realizando uma gestão eficiente em Piracicaba. A cidade está estagnada. Nas ruas, nas redes sociais, nos bairros por onde ando o que mais ouço é "já deu". Ou seja, a população está cansada da atual gestão, que está no poder há 16 anos! É inadmissível que Piracicaba viva, por exemplo, uma crise de abastecimento de água. Há bairros em Piracicaba em que falta água todo dia. Nesse mesmo sentido, é inaceitável também que a população pague caro por um transporte público ineficiente e ruim - e que não atende como deve aos usuários. Quer dizer, eu poderia ficar aqui citando um sem-fim de questões e falhas da atual gestão em tantas outras áreas - como a da saúde, a da cultura, a da habitação - e esta entrevista viraria apenas um desfiar de problemas que não são enfrentados nem resolvidos pelos gestores que aí estão. Mas não quero aqui ficar apenas apontando problemas. O que eu quero dizer é que foi justamente a percepção de que a cidade precisa evoluir e mudar que me levou a me candidatar ao cargo de prefeito. A minha candidatura pelo Partido dos Trabalhadores não tem outro objetivo senão o de devolver à cidade a alegria, o orgulho e a esperança.
Estou certo de que Piracicaba precisa voltar a ser uma cidade pujante, como o foi nos governos do ex-prefeito José Machado. Precisamos reivindicar o protagonismo regional da cidade! Precisamos potencializar sua economia, implementando políticas públicas que alavanquem a cidade como o "Vale do Silício" do interior paulista - fortalecendo a cidade como um centro de inovação tecnológica. Paralelamente a isso, é evidente que o turismo histórico e cultural também deve ser um fator de desenvolvimento econômico local - potencializando, a partir dele, a rede hoteleira e gastronômica da cidade.
É preciso realizar políticas que fortaleçam as micro e pequenas empresas, na forma de arranjos produtivos locais e dos preceitos da economia solidária e da chamada Economia de Francisco, estimulando associações e cooperativas com apoio técnico, acesso ao crédito e às novas tecnologias, formação profissional, políticas de abastecimento, de comercialização entre outras ações. Será necessária ainda a implementação de políticas públicas que fortaleçam e ampliem a agricultura familiar, a partir da aplicação de princípios agro-ecológicos, gerando emprego e renda às famílias.
As nossas áreas prioritárias são a educação, a cultura, a saúde, a mobilidade, a segurança pública e a assistência. Na educação, defendemos uma cidade educadora! Construiremos uma educação plural, democrática e inclusiva, comprometida com a formação para a cidadania. A musicalização, brinquedotecas, educação ambiental e temáticas étnico-raciais serão integradas a um currículo dinâmico. Investiremos também na modernização dos espaços públicos da educação, com foco nos preceitos da transição ecológica - e valorizaremos os servidores da educação.
Na cultura, implantaremos o projeto "Cultura nos Bairros." Descentralizaremos os espaços de cultura, fortalecendo a cultura nas comunidades por meio da criação de "Casas de Cultura". Criaremos ainda editais que darão suporte a artistas e produtores culturais locais. A área de turismo também será desvinculada da Secretaria de Cultura e voltará a ter uma pasta só para ela.
Na saúde, investiremos em saúde preventiva, priorizando a atenção básica de saúde com uma política adequada de oferta de serviços médicos, laboratoriais, de acolhimento e cuidado para com a população. Na mobilidade, investiremos em ciclofaixas e ciclovias - e valorizaremos o pedestre. Defendemos um transporte público eficiente, confortável, seguro, acessível, ecologicamente sustentável, com conectividade (wi-fi) e faremos a transição para a tarifa zero!
Na segurança, fortaleceremos e modernizaremos a Guarda Civil Municipal, ampliando seu efetivo e preservando o seu papel de policiamento preventivo, sua função de instituição educadora, protetora do patrimônio público e defensora da cidadania. Na assistência, estabeleceremos políticas públicas voltadas para as pessoas e famílias em situação de risco e vulnerabilidade social, priorizando ações que garantam proteção, segurança alimentar e geração de renda.
Esse é o nosso jeito de governar! Nossa candidatura é, assim, a única que representa uma mudança radical em benefício de uma cidade melhor, plural e democrática e eficiente.
Minha história
Meu nome é Adelino Francisco de Oliveira. Nasci em São Paulo, em 9 de maio de 1973. A minha infância e adolescência vivi na zona sul da capital, no bairro Rio Bonito. Na adolescência, participei ativamente da Comunidade Eclesial de Base, da Igreja Católica, e ingressei no seminário - passando a estudar para ser padre com os Salvatorianos. Lá, fiz o ensino médio e a graduação em Filosofia e Teologia.
Apesar da minha profunda relação com a Igreja, não me tornei padre. Em 1999, me casei com a querida Maria Teresa - com quem tenho três filhas lindas: Esther, Laila e Deborah. Em 2001, nos mudamos para Piracicaba - cidade que amo e escolhi para criar minhas filhas. Aqui, lecionei no colégio Dom Bosco até 2012. Fui também assessor na Diocese - onde ministrei disciplinas no curso de Teologia para Leigos - uma vez que em 2004 defendi minha dissertação de mestrado em Ciências da Religião pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.
À medida que os anos foram passando, a minha história de vida foi se misturando à história de Piracicaba - e à história, em especial, da educação em Piracicaba. Afinal, além da docência nos colégios Dom Bosco e na Cúria, trabalhei também como professor e coordenador na Faculdade Salesiana Dom Bosco de Piracicaba. Ainda 2005, participando ainda mais da cultura e da vida piracicabana, passei a assessorar, na área da teologia, o grupo de teatro Guarantã, com o espetáculo Paixão de Cristo - uma das mais celebradas montagens cênicas do Brasil.
Em 2013, me doutorei em Filosofia pela Universidade Católica Portuguesa - em Braga, Portugal. Nesse mesmo ano publiquei, em coautoria, o livro Um Caminho Espiritual para Jovens, pela editora Loyola. Em 2014, passei em primeiro lugar em concurso público (o primeiro que prestei!) para a vaga de professor de filosofia no Instituto Federal de São Paulo, campus Capivari. De 2014 a 2015, realizei um dos meus mais desejados projetos, me tornei pesquisador na centenária, respeitada e piracicabaníssima ESALQ - onde me pós-doutorei pelo Departamento de Economia, Administração e Sociologia.
Minha paixão pela cidade me levou também, em 2015, a participar como organizador da publicação da obra"Paixão de Cristo, Paixão de Piracicaba - livro escrito por minha esposa, Maria Teresa. Em 2016, comecei a lecionar no campus Piracicaba do Instituto Federal de São Paulo - onde sou professor e coordeno o curso de pós-graduação em Educação em Direitos Humanos e o Núcleo de Estudos Afrobrasileiro e Indígena (NEABI).
Minhas atividades profissionais fundem-se à minha vida particular - pois a leitura, o estudo, o pensar e o criar fazem parte da minha profissão e dos meus momentos de lazer e descanso. Talvez essa característica seja uma qualidade que, como a tenho em demasia, talvez possa ser também um defeito - já que você me pergunta sobre qualidades e defeitos. Ou seja: não paro de pensar, de trabalhar e produzir em prol da sociedade. Isso é o que mais gosto. Essa é a minha vida.
Sobre Piracicaba
Positivo - Piracicaba é uma terra linda! Cheia de encantos e de belezas. Temos universidades importantíssimas, faculdades e escolas de renome. Temos um potencial agrícola estupendo e invejável. Temos o potencial turístico da Rua do Porto e Engenho Central para ser desenvolvido. Nossa culinária e gastronomia são ímpares. Nosso "piracicabanês" é patrimônio cultural e temos uma população amiga, camarada e que merece ser cuidada, amparada e assistida.
Negativo - Como afirmei acima, Piracicaba está parada no tempo. Está estagnada. Não há políticas públicas pensadas para fazer de nossa cidade um espaço de crescimento. Todo o potencial da cidade esbarra na falta de visão, na falta de gestão e competência políticas. As comunidades periféricas igualmente estão abandonadas. Há crises de todas as ordens. Piracicaba precisa voltar a sentir orgulho de si mesma.
Futuro - O futuro vai ser diferente! Vamos mudar para melhor. Não é mudar por mudar. É preciso transformar a cidade por meio de um plano de governo moderno, profundo e construído coletivamente. E isso a minha campanha já tem. Nosso plano foi feito para fazer de Piracicaba uma cidade modelo para as demais. Esse será o nosso futuro.