Últimas Notícias
POLÍCIA
Facadas em vítima de roubo
Mulher envolvida no crime foi presa por PMs da 1ª Companhia

Por Ana Cristina Andrade

Motorista de aplicativo foi esfaqueado e teve o celular roubado

Crédito: Divulgação

Motorista de aplicativo foi esfaqueado e teve o celular roubado

Uma mulher foi presa nesta quinta-feira (22), de madrugada, por policiais militares da 1a. Cia de Piracicaba, após assaltar um motorista de aplicativo que levou quatro facadas, e tentar, em companhia de outros dois homens, praticar roubo a um motel que fica na região do bairro Campestre.
À 1h20 da madrugada, foi irradiada pela Central 190 uma ocorrência de tentativa de roubo a uma residência do bairro Campestre. Os soldados Quadros e Silva, que estavam de serviço na equipe "C", foram para o local e já havia outras viaturas no apoio - inclusive uma da 4a. Companhia e outra do Comando de Força Patrulha.
Eles entraram no local, fizeram varredura, mas viram que não foi levado nada. Porém, o dono da casa viu três pessoas correndo pelos fundos, entre elas uma mulher. Não foi encontrado nenhum suspeito, mas os militares localizaram um celular que seria de um dos criminosos.
Em buscas pelas imediações, a Polícia Militar encontrou uma mulher que disse ser dela o celular. Ela falou também que estava com dois homens que fugiram. Segundo a mulher, ela chegou ali em um carro de motorista que trabalha por aplicativo.
Esclarecimento
Sabendo que um motorista havia sido esfaqueado numa tentativa de assalto, que foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento Vila Cristina, e que um dos assaltantes era uma mulher de cabelos vermelhos, as equipes a levaram até lá e ela foi reconhecida (como a pessoa que requisitou a corrida e a que anunciou o assalto).
Sem saída, ela confessou que fazia parte do grupo de ladrões e que os homens estavam armados com facas. Disse ainda que haviam combinado de praticar assalto em um motel que fica naquele bairro.
Atrás das grades
Após ser medicada, pois se feriu enquanto fugia pelo mato, os militares precisaram esperar amanhecer o dia para apresentá-la na Unidade de Polícia Judiciária Agrupada (UPJA), onde o delegado Daniel Pinho da Torre elaborou o flagrante.