BAIRRO SANTA OLÍMPIA
Família Stenico faz plantio de centenas de mudas
Pelo menos 20 pessoas participam do Mutirão Ecológico

Por José Ricardo Ferreira

Mudas. Plantas estão prontas para recompor a mata ciliar em área do bairro Santa Olímpia

Crédito: Divulgação

Mudas. Plantas estão prontas para recompor a mata ciliar em área do bairro Santa Olímpia

Terça-feira, 4 de agosto de 2020
A família Stenico, do bairro rural de Santa Olímpia, em Piracicaba, realiza um Mutirão Ecológico para recuperar uma área degradada pelo plantio de cana-de-açúcar. Trata-se de um espaço que, antigamente, a família pescava em um Ribeirão que ainda resiste ao tempo. Eles se reúnem aos sábados para o Mutirão e já foram plantadas cerca de 1,4 mil mudas obtidas no Viveiro Municipal, segundo o empresário Renan Pompermayer Stenico. O plantio acontece das 8 horas ao meio-dia. A família, proprietária da área, se reúne, e após o trabalho, almoça e se confraterniza. Pelo menos 20 pessoas participam do Mutirão Ecológico com enxadas, foices e escavadeiras.
A água para regar as mudas é obtida do próprio Ribeirão. Renan calculou que a área que será recuperada é de, aproximadamente, 40 mil metros quadrados. Ele ouve histórias dos mais antigos que o Ribeirão dava bastante peixe e havia muita mata ciliar.
“Há uns 40 anos, a terra foi arrendada para o plantio de cana. Mas a mata ciliar foi derrubada para dar espaço à cana. Do lado do Ribeirão tem, atualmente, capim fino. São cerc
a de 1,4 mil mudas de árvores do Viveiro Municipal. A maioria nativas da Região", detalhou Renan.
Ainda segundo ele, o projeto para o replantio é mantido pela família Stenico e o grupo de reflorestamento Tiroleco, criado no bairro e que se preocupa com a recuperação de áreas degradadas. "Com o tanto que já foi degradado nesse mundo, acho que cada um tem que fazer a sua parte plantando e recuperando o Meio Ambiente. Não vai salvar o mundo, mas melhora um pouco para a Comunidade e para os animais nativos", entende Renan
A previsão é que o plantio dure uns dois anos e meio. Segundo Renan, as mudas precisam ser protegidas para que o mato não as sufoquem. Ele contou, ainda, que a participação dos mais antigos no replantio é também uma forma deles “matarem as saudades” dos tempos que trabalhavam na roça e das brincadeiras no campo. “Meu avô, tios e meu pai vão no plantio e ficam se recordando da época da infância”, disse ele. No sábado (1º), foram plantadas mais de 200 mudas, segundo Renan.
Viveiro auxilia no replantio
O número global de mudas produzidas no Viveiro Municipal e plantadas mensalmente em áreas verdes, canteiros, calçadas, praças, parques e outros espaços da Zona Urbana de Piracicaba é de, aproximadamente, 600 unidades, segundo Clementina Rossin, agrônoma responsável pelo Viveiro Municipal de Mudas, da Sedema (Secretaria de Defesa do Meio Ambiente).
“Só em áreas verdes, são cerca de 300 mudas plantadas por mês”, afirmou, recentemente, no site da Sedema. “Mas, dependendo do bairro, infelizmente o índice de depredação dessas mudas beira os 70% ou 80%”, lamentou a responsável pelo Viveiro de Mudas. O fornecimento das mudas é gratuito. Mais informações sobre o viveiro: (19) 3403-1250.