O ABAIXO-ASSINADO
Bandeira defende dinheiro do Fundo Eleitoral à Saúde
População poderá se manifestar em petição ao governo federal

Por Martim Vieira/Imprensa/Câmara

Covid-19: André Bandeira defende dinheiro do fundo eleitoral à saúde

Crédito: Fabrice Desmonts

Covid-19: André Bandeira defende dinheiro do fundo eleitoral à saúde

Quinta-feira, 26 de março de 2020
Por meio de um abaixo-assinado já criado, o vereador André Bandeira (PSDB) solicita que o dinheiro do Fundo Eleitoral e Partidário seja destinado para o combate ao Coronavírus, o Covid-19. O abaixo-assinado reforça a moção de apelo ao Congresso Nacional, também de sua autoria, aprovada por unanimidade dos parlamentares piracicabanos, na destinação destas verbas ao Ministério da Saúde. Para reforçar esta luta em prol da Saúde, os interessados poderão acessar o link: www.secure.avaaz.org/po/community_petitions/senado_federal_camara_dos_deputados_ministerio_da__dinheiro_do_fundo_eleitoral_e_partidario_precisa_ir_para_o_combate_ao_corona_virus.
No texto do abaixo assinado, André Bandeira considera que só no ano de 2020 está previsto mais de R$ 3 bilhões para partidos e campanhas eleitorais. "Isto é um absurdo!", sintetizou o parlamentar, que também avalia que esse dinheiro precisa ser repassado para a saúde, afim de combater o novo Coronavírus.
A pandemia no Brasil já tem milhares de casos confirmados e pelas projeções vai aumentar, ainda mais, o que vai gerar um colapso no Sistema de Saúde devido a tantos casos. André Bandeira entende que é necessário, urgentemente, de medidas para combater esse vírus e equipar os hospitais públicos em todo o Território Nacional.
"Pensando nisso, exigimos que o dinheiro do Fundo Eleitoral e do Fundo Partidário seja destinado à Saúde. Esse montante sai do nosso bolso e deve ser revertido em benefício de toda a população". "Neste momento em que estamos confinados dentro de casa, precisamos usar nossa influência e nosso tempo em prol desta causa tão urgente".
"Nos ajude assinando esse abaixo assinado e repassando para o maior número de pessoas possível. Compartilhe também em suas redes sociais". "Quem puder, mande um e-mail para os deputados e senadores que votaram e, cobrem uma posição sobre isso. Quanto mais pressão, melhor", concluiu o parlamentar, no pedido de apoio popular.