A PANDEMIA
Confirmado o 1º caso de Coronavírus em Piracicaba
O idoso teria feito viagem aérea a Camboriú (SC)

Por Adriana Ferezim

Pessoa usa máscara em meio a uma cidade vazia

Crédito: Mateus Medeiros

Pessoa usa máscara em meio a uma cidade vazia

A Prefeitura de Piracicaba confirmou, nesta terça-feira (23), o primeiro caso positivo de Coronavírus, na cidade. O homem, que está com a Covid-19, tem 77 anos de idade, é diabético, hipertenso e ex-tabagista. Está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Unimed desde a última sexta-feira (20). O exame do paciente chegou à Unidade de Saúde por volta das 18 horas desta terça-feira. O município tem, ainda, 77 casos suspeitos, aguardando exames e outros 33 foram descartados. Na última segunda-feira (22), Águas de São Pedro (SP) e Iracemápolis (SP) divulgaram a confirmação de um caso de Coronavírus em cada cidade.
De acordo com postagem do prefeito Barjas Negri (PSDB), em uma rede social, o idoso teria feito viagem aérea a Camboriú (SC). A nota da Secretaria confirmou a viagem ao município catarinense e que ele teria retornado, para Piracicaba, com sinais de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).
 A Gazeta apurou que ele teria chegado em São Paulo e ido direto para o Hospital. Foi incluído na lista de casos suspeitos de Coronavírus porque apresentava todos os sintomas da doença e a família foi orientada a ficar em isolamento domiciliar.
O presidente da Unimed Piracicaba, Carlou Joussef, divulgou nota, nesta terça-feira, que reafirmou o anúncio do prefeito, da confirmação do primeiro caso de Coronavírus na cidade e que o homem de 77 anos de idade está em isolamento na UTI Adulto do Hospital Unimed. De acordo com o Boletim Médico, a saúde do paciente é estável.
Diante da confirmação do caso, o secretário municipal de Saúde, Pedro Mello, reforçou a importância do isolamento social para a prevenção do Coronavirus, porque não há vacina e tratamento para a Covid-19.
“Lamentavelmente, tivemos o primeiro caso confirmado de coronavírus no nosso município, em um paciente na faixa de risco – 77 anos de idade, diabético, hipertenso e ex-tabagista -, demonstrando a gravidade da doença, principalmente na população acima de 60 anos de idade. Infelizmente, a população ainda não entendeu que estamos diante de uma pandemia, com uma doença extremamente grave, que vem tirando a vida de muitas pessoas no mundo todo. É por isso que o Brasil decretou estado de calamidade pública, pois para essa doença não há vacina e tratamento cientificamente comprovados. A recomendação de isolamento social é fundamental porque o vírus se propaga pelas pessoas. Mais uma vez, recomendamos a todos, principalmente aos idosos, que nesse momento a melhor conduta é ficar em Quarentena, dentro de suas residências”, afirmou, em nota.
Internados
Nas redes sociais, nos últimos dias, circularam áudios dizendo sobre casos de Coronavírus no Hospital Unimed. A Gazeta apurou que outros cinco pacientes que estiveram internados no Hospital Unimed tiveram resultado negativo para Coronavírus. A confirmação dos casos suspeitos só ocorre após o resultado do exame. No caso do paciente com a Covid-19, o exame (PCR) chegou com laudo positivo no início da noite desta terça-feira e foi prontamente divulgado pelo prefeito.
A Unimed conta com um Laboratório que está realizando os exames exclusivamente para os casos que chegam ao Hospital, por esse motivo, os resultados chegam mais rápido, explicou Moisés Taglieta, coordenador de Vigilância em Saúde da Prefeitura. Os exames para Coronavírus ainda estão sendo direcionados para os pacientes considerados graves e essa é uma determinação do Ministério da Saúde.
"São considerados pacientes graves todos que apresentam alguma dificuldade respiratória. É identificado como SRAG, mas não significa que todos estão com com a saúde muito comprometida. Nesses casos, menos graves, o tempo de internação têm sido de dois dias. E eles aguardam o resultado dos exames em casa, em isolamento domiciliar", disse Taglieta.