Últimas Notícias
RESILIÊNCIA E CORAGEM
COB reage aliviado a adiamento dos Jogos de Tóquio
'Comunidade olímpica do Brasil está bastante satisfeita com a decisão'

Por Agência BrasiI

O presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Paulo Wanderley

Crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil

O presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Paulo Wanderley

Alívio. Este foi o sentimento do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) com o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021. O presidente da entidade, Paulo Wanderley Teixeira, já havia se manifestado favoravelmente à mudança dias atrás e afirmou que, neste momento, todos os esforços do Brasil e do mundo devem estar concentrados agora no combate à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).
“Estaremos todos juntos nessa luta contra um adversário perigoso. Usando da resiliência, coragem e trabalho em equipe, tantos valores que o Esporte nos ensina, seremos capazes de vencer juntos o novo Coronavírus”, disse o dirigente do COB, que também elogiou o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, pela serenidade e a capacidade de liderança.
“Os atletas são o centro das preocupações do COB e do COI e, por isso, a comunidade olímpica do Brasil está bastante satisfeita com a decisão”. O governo japonês, o Comitê Organizador Tóquio 2020 e o COI anunciaram, oficialmente, nesta terça-feira (24), o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio. As competições ocorreriam a partir de 24 de julho de 2020, tendo como nova data limite o verão de 2021 no Hemisfério Norte.