CINCO QUILÔMETROS
'Vikings Run Open Bar': Corrida será no dia 29
Evento será realizado no Monte Alegre; volume de inscrições surpreende

Por Henrique Inglez de Souza

Grande evento. Henrique Basaglia, Danilo Mariconi Ferro e Atílio Ometto Kraide falaram sobre a 'Vikings Run Open Bar': inscrições encerradas

Crédito: Christiano Diehl Neto

Grande evento. Henrique Basaglia, Danilo Mariconi Ferro e Atílio Ometto Kraide falaram sobre a 'Vikings Run Open Bar': inscrições encerradas

Quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020
A pouco mais de uma semana para a prova, já não restam mais kits para a 'Vikings Run Open Bar'. A Corrida é uma realização da Gazeta de Piracicaba, em parceria com a Chelso Sports & Business, responsável pela organização. Será dia 29 de fevereiro, às 17 horas, com percurso de cinco quilômetros, em um dos cartões-postais da cidade, o bairro Monte Alegre. Todas as inscrições foram preenchidas, uma marca considerada surpreendente por Atílio Ometto Kraide, do Departamento Comercial da Cervejaria Leuven.
“Por ser a primeira edição, a gente achou um número bem legal, deu uma boa repercussão”, comemorou. Havia três temas para as inscrições: 'Odin', 'Thor' e 'Freya'. Além da pulseirinha que dá direito à participação, cada qual incluía camiseta, caneca Vikings, kit de pintura facial nórdica, medalha Finisher e, um dos destaques, acesso ao open bar.
A retirada dos kits ocorrerá nos dias 28, das 10 horas às 17 horas, e 29 de fevereiro, das 10 horas às 15 horas, na loja Runfor, localizada à avenida Jane Conceição, 814, no bairro Paulista. Na ocasião, deverá ser apresentado um documento oficial com foto e o comprovante de inscrição. O formato da Corrida, open bar, é inédito em Piracicaba.
O mote principal está na confraternização, e não necessariamente na competição nem em algo exclusivo a atletas. Pelo contrário: há quem percorrerá os cinco quilômetros na base da Caminhada, e também aqueles que darão somente apoio moral aos que estão suando a camisa no asfalto. Ou seja, que ficarão na boa, assistindo a tudo acomodados em alguma mesa.
Na premiação, não haverá checagem de chip nem cronometragem. Levarão troféus os cinco primeiros que cruzarem a linha de chegada. Estima-se que a prova leve de 30 minutos a uma hora. Independentemente do sexo, a organização da 'Vikings Run Open Bar' definiu a idade mínima em 18 anos.
Além do mais, e principalmente por se tratar de um evento de cunho esportivo aberto a não atletas, vale a apena usar do bom senso e se certificar de que a saúde está em dia, junto a um médico. Outro aspecto a se considerar é o consumo de álcool. E, portanto, a sugestão é a de que se utilize transporte por aplicativo, em vez de dirigir após a tarde regada a chope.
Open bar
A concentração para a Corrida ficou acertada para as 16 horas e a largada, para uma hora depois – ambas na Cervejaria Leuven. Diante da Usina Monte Alegre, um dos capítulos da história de Piracicaba, os participantes estarão bem servidos no que diz respeito a uma paisagem privilegiada. “A largada pega um trecho bem legal, com outros prédios da Usina, e depois vai para o Anel Viário”, destacou Atílio Ometto Kraide.
“Na volta, você chegar avistando o Monte Alegre é muito bonito”, completou Danilo Mariconi Ferro, gerente de Marketing da Leuven. “A Corrida terminará no pôr-do-sol. Será uma vista linda”. É ali, na Cervejaria, o ponto que receberá os corredores para a confraternização no momento o open bar. Até as 22 horas, os presentes degustarão, à vontade, o chope pilsen da marca. “Todo o pessoal que corre também tem o lado de tomar uma cerveja”, completou Kraide.
A trilha sonora é outro destaque. Além de som ambiente, com uma seleção com canções que marcaram o Rock Mundial e o Nacional, haverá um show, mais intimista. Pedro Catto e Ivo Racca executarão um repertório eclético, que vai de Jorge Ben Jor, Alceu Valença, Nando Reis e Zé Ramalho a Legião Urbana, Pink Floyd, Oasis e Nirvana.
“Também fizemos um arranjo com ukulele e violão de 12 cordas para 'While My Guitar Gently Weeps', do George Harrison nos Beatles. E ainda experimentamos outros instrumentos, como bandolim, escaleta, flautas”, contou Racca. “Vamos incrementar com umas ideias que estamos tendo - talvez toquemos alguma música autoral”.
Viking exclusivo?
Para deixar a 'Vikings Run Open Bar' ainda mais dentro da temática, um viking foi convidado a fazer a social. Na verdade, trata-se de Henrique Basaglia, que estará trajado a caráter – trajado e com pintura típica do povo nórdico. “Eu me identifico bastante com a temática”, contou ele, que é atleta e trabalha em uma academia como personal trainer.
“Vamos encarnar o personagem! A ideia é promover entretenimento para o pessoal, fazer tipo uma gincana. Algo rápido para marcar o início da Corrida”. O gerente de Marketing da Cervejaria acrescentou: “Um detalhe interessante: Leuven é uma cidade medieval belga. Então, essa corrida 'casa' muito bem com nossa temática”.
Informações