XV DE PIRACICABA
Ataque recheado
Alvinegro conta com poder de fogo para balançar as redes nesta Série A-2

Por José Ricardo Ferreira

Jogador Macena, em ação

Crédito: Michel Lambstein

Jogador Macena, em ação

Sexta-feira, 17 de janeiro de 2020
Se o assunto é ataque, pelo menos na quantidade o XV de Piracicaba não precisa se preocupar. São, conforme apurou a reportagem, sete homens de frente para procurar balançar as redes dos adversários no Paulistão da Série A-2 e na Copa do Brasil. O clube conta com os seguintes atacantes que chegaram como reforços: Caio Mancha (ex-Votuporanguense), Erik Gabriel (ex-Sobradinho/DF) e Marcelinho (ex-Ituano). Os que já estavam no XV são os jogadores Erick Salles, Fabrício, Kadu Barone e Raphael Macena, que foi o artilheiro do time em 2019 com 14 gols em 26 jogos.
Com um elenco recheado de atacantes, alguns deles transformados em armadores de acordo com as circunstâncias da partida, o técnico Tarcísio Pugliese manterá seu estilo “vertical” de jogo procurando o gol o tempo todo não importando se está ou não na frente do marcador. O clube conseguiu manter a base do elenco da A-2 e Copa Paulista do ano passado, inclusive o treinador.
Primeiro reforço anunciado pelo XV de Piracicaba para o Paulistão da Série A-2 e a Copa do Brasil, Caio Mancha, 27 anos de idade, entende que a Série A-2 é um campeonato dificílimo, mas tem a certeza que o grupo do Alvinegro terá condições de brigar pelo acesso.
“Sabemos a proporção que as coisas têm aqui e é claro que queremos o acesso e o título. As batalhas não serão fáceis, porém temos consciência da capacidade do nosso elenco e vamos trabalhar firme em busca destes objetivos”, destacou o jogador, ex-Taubaté, clube onde fez seis gols em 13 partidas pela A-2 de 2019. O XV termina a semana com os olhos voltados para a estreia, na próxima quarta-feira (22) diante da Portuguesa (SP), na Capital Paulista, em jogo válido pela primeira rodada da A-2.
Na última quarta-feira (15), o time fez o último jogo-treino e empatou, sem gols, com o Capivariano, na 'Arena Capivari'. Além do Capivariano, o XV realizou mais dois jogos-treino nessa pré-temporada: venceu por 2 a 1 o próprio Capivariano no 'Barão da Serra Negra', e perdeu, por 2 a 0, para o Rio Claro na casa do adversário. 
Se considerados os jogos-treino, o XV já tem uma base para entrar em campo na próxima quarta-feira diante da Lusa: Mota, Jefferson Feijão, Paulão, Gilberto Alemão e Assis; Bruno Lima, Hiroshi e Filipe Cirne; Erik Gabriel, Kadu Barone e Raphael Macena. 
Além da Série A-2, o outro desafio do XV nesse semestre será a Copa do Brasil cuja estreia, na primeira fase, será dia 5 de fevereiro, em casa, às 20h30, contra o Londrina (PR). O Alvinegro tem a obrigação de vencer se quiser avançar para a próxima fase.