NA AUSTRÁLIA
Novak Djokovic venceu e conquistou a ATP Cup
Os sérvios derrotaram a Espanha por 2 a 1 na grande final

Por Estadão Conteúdo

Novak Djokovic, atual número 2 do mundo

Crédito: AFP

Novak Djokovic, atual número 2 do mundo

A primeira campeã da ATP Cup, que abre a temporada de 2020 do tênis mundial, é a Sérvia. Os sérvios, liderados por Novak Djokovic, atual número 2 do mundo, derrotaram a Espanha por 2 a 1 na grande final e ficaram com o título da competição disputada na Austrália. "Vou lembrar dessa experiência por toda a minha vida. Sou muito feliz e abençoado pela carreira que tenho. Jogar pelo meu país com alguns dos meus melhores amigos foi muito especial", celebrou Djokovic.
Djokovic foi decisivo para a conquista de seu país. O tenista de 32 anos de idade teve uma performance praticamente perfeita em sua trajetória no campeonato, de modo que venceu os seis jogos de simples e os dois de duplas.
No duelo mais esperado do torneio, o sérvio derrotou Rafael Nadal, atual número 1 do mundo, por 6/2 e 7/6 (6/4) e manteve o seu time vivo na competição, uma vez que a Espanha havia vencido o primeiro duelo com Roberto Bautista Agut. O espanhol, que ocupa o 10º posto no ranking da ATP, derrotou Dusan Lajovic, 34º colocado, por 7/5 e 6/1, em 1h37.
Na embate contra Nadal, Djokovic foi dominante, especialmente no primeiro set. Ele passou ileso, sem ter o saque quebrado, errou pouco e conseguiu ser eficiente diante de um rival incomodado pelo forte calor em Sydney e também pelo comportamento dos torcedores sérvios, maioria nas arquibancadas.
Na sequência, o principal tenista da Sérvia voltou à quadra para a decisão nas duplas ao lado de Viktor Troicki, enquanto que Nadal, muito desgastado fisicamente, decidiu não jogar e ficou apoiando seus companheiros à beira da quadra. Feliciano López e Pablo Carreño Busta foram os escolhidos para atuar e não conseguiram parar os sérvios, que venceram com certa facilidade, por 6/3 e 6/4, em 1h15, e faturaram o título.
A ATP Cup, grande novidade do circuito para 2020, reuniu 24 seleções desde o dia 3 de janeiro e foi disputada em três sedes diferentes na Austrália - Perth, Brisbane e Sydney. A competição foi criada pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) e ofereceu vantagens em relação à Copa Davis, como o valor da premiação de US$ 15 milhões (cerca de R$ 61 milhões), e os pontos no ranking - até 750 para tenistas de simples e 250 para duplistas.