ASSEMBLEIA LEGISLATIVA
Servidores dizem não à Reforma da Previdência
Assembleia foi realizada nesta segunda-feira (2), na Alesp

Por Da Redação

Deputada. Bebel comandou a assembleia

Crédito: Jordana Mercado

Deputada. Bebel comandou a assembleia

Terça-feira, 3 de dezembro de 2019
Professoras de diversas Regiões do Estado se juntaram a trabalhadores da Saúde, da Segurança e outros setores do Funcionalismo Público Estadual, durante a audiência pública realizada na Assembleia Legislativa, na tarde desta segunda-feira (2), para dizer "não" à Reforma da Previdência Estadual, proposta pelo governador João Doria (PSDB). A audiência foi realizada no Auditório 'Franco Montoro', da Alesp, marcada pelo presidente da Assembleia Legislativa, Cauê Macris (PSDB), a pedido do deputado Campos Machado (PTB), ambos governistas.
Na reunião, foram debatidos a Emenda Constitucional nº 18, que modifica o Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Estaduais Titulares de Cargos Efetivos do Estado, e o projeto de lei complementar 80, de 2019, que dispõe sobre as aposentadorias e pensões do Regime Próprio de Previdência dos Servidores e Pensões do Regime Próprio de Previdência dos Servidores Públicos Estaduais.
A deputada estadual e presidente da Apeoesp, Professora Bebel (PT), participou das discussões e ressaltou estar engajada na luta para que esses projetos sejam retirados da pauta de votação. A deputada Professora Bebel disse que somente a mobilização dos servidores públicos estaduais que marcaram greve para esta terça-feira (3), poderá impedir o governador Doria de praticar mais esta "maldade" contra estas importantes categorias de trabalhadores.
"Amanhã (nesta terça-feira) estarei junto com os professores e as professoras em greve novamente na Alesp para continuar a luta contra esse desmonte da Previdência. Ficaremos em greve até derrotar esse ataque", avisou a deputada e presidente da Apeoesp.